Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Matéria Especial

Salve as Tricoletes do Arruda

Publicado: quarta-feira,1 de dezembro de 2004
Por: CoralNET

Em 1979, uma ousada atitude da diretoria coral chamou a atenção de toda a imprensa do país, a criação das Tricoletes, líderes de torcida, que animavam a galera coral das sociais.

As Tricoletes apareceram como mais um motivador para a torcida lotar as arquibancadas, elas ficavam dançando em frente as sociais do Arruda, torcendo e vibrando.

Graciete, Dalva, Selma e Gisele eram quatro das seis garotas, que viraram febre e notícia nacional, "As meninas foram capa da revista Placar e até da Playboy", falou João Caixero, que na época era o presidente do Santa Cruz Futebol Clube.

"Escolhíamos a dedo as Tricoletes, eram garotas muito bonitas e chamavam muita atenção. Acho que esta medida podia ser usada novamente nos dias de hoje", afirmou Caixero, que lembra que na época a média de público melhorou muito no Arruda.



O custo para o clube era mínimo, se resumia as roupas, a alimentação e ao cachê das dançarinas, que eram profissionais e tricolores ao mesmo tempo.

Um dos problema era quando o Santa estava perdendo e a torcida resolvia descontar nas meninas a sua frustração, mas para Dalva (foto), uma das animadores, era fácil ignorar "É tudo uma grande curtição. Adoro animar esta torcida".

Outro motivo de confusão, eram as reações dos namorados das dançarinas, que enciumados com o delírio da massa tricolor, esperavam o jogo acabar para "discutir a relação" com as mesmas.

O sucesso das Tricoletes foi mais um prova de que futebol e mulher se dão bem.

Aos torcedores, é esperar que a próxima diretoria coral reestude a idéia e faça a alegria da arquibancada.

PROMOÇÃO

Caso você conheça alguma dessas garotas ou tenha notícias sobre elas, entre em contato conosco através do email diretoria@coralnet.com.br e automaticamente você estará concorrendo a uma camisa da CoralNET.

Compartilhe:

Salve as Tricoletes do Arruda

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.