Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Matéria Especial

Osmar lamenta adiamento de reencontro com ex-companheiro

Publicado: quinta-feira,1 de setembro de 2005
Por: CoralNET

Quase todos no Arruda ficaram felizes com a transferência do atacante Rômulo do Ituano, carrasco do Santa Cruz em 2004, para o futebol alemão, o que impedirá o atleta de enfrentar o Mais Querido nesta sexta-feira. A exceção foi o lateral direito Osmar, que por motivos pessoais preferia vê-lo em campo.


A história de Osmar e Rômulo pode ser resumida em uma palavra: desencontro. Ambos começaram juntos no futebol, há oito anos atrás quando tinham apenas 15 anos, em um time de Minas Gerais chamado de Tupinambás. Alguns meses depois foram transferidos para o América Mineiro, onde os caminhos se dividiram. Enquanto o lateral se deu bem, o atacante foi dispensado e assim não mais se viram.

Apenas quatro anos depois, em 2002, Osmar voltou a ter notícias do companheiro. Ouviu falar dele no Goiás. Depois soube que ele passou pelo Comercial de Ribeirão Preto e finalmente chegou ao Ituano.


Em 2004, surgiu a primeira oportunidade do reencontro. O América Mineiro iria enfrentar o time de Itu em sua cidade, mas mais uma vez o destino jogou contra, exatamente nessa partida Rômulo tirou licença para se casar e os dois não se viram.

Já pelo Santa Cruz, Osmar ficou bastante feliz ao saber que poderia ter mais uma chance de rever o amigo. O lateral aproveitou logo para fazer os preparativos e programou com os fotógrafos, até que ele foi comunicado que o jogador do Ituano havia sido negociado e não viajaria ao Recife.

O atleta tricolor ficou bastante dividido com a notícia. "Estou feliz por ele, acho que na Europa ele vai ter muitas oportunidades. Espero que tenhamos outras chances de nos vermos. No futebol tudo é possível".

Compartilhe:

Osmar lamenta adiamento de reencontro com ex-companheiro

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.