Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Matéria Especial

Atacante Aílton de Jesus

Publicado: quarta-feira,3 de setembro de 2003
Por: CoralNET

Nome?
Aílton de Jesus.

Apelido?
Aílton.

Idade?
31 anos.

Local de nascimento?
Jaguaquara/BA.

Estado civil?
Casado.

Filhos?
Carolina Stefany e Vitória Régia.

Nome dos pais?
Gracindo Manoel;
Arlinda Silva.

Clube que torcia na infância?
Botafogo/RJ.

O que pretende fazer quando abandonar a carreira?
Cuidar dos meus poucos patrimônios.

Cidade que gostaria de morar depois do futebol?
Fortaleza.

O que faz para passar o tempo na concentração?
Faço palavras cruzadas.

Gol inesquecível?
Contra o Criciúma.

Gol mais bonito?
Gol do título da seletiva Catarinense 2003.

Jogo inesquecível?
A final do Sergipano 2001 quando fui campeão pelo Confiança.

Jogo em que atuou mais nervoso?
Contra o São Paulo em 1996.

Uma decepção no futebol?
Quebrar o pé em 1991.

Ídolo no futebol?
Doutor Sócrates.

Um técnico?
Galli Nello, Péricles Chamusca e Arnaldo Lira.

Melhor estádio onde já jogou?
Pacaembú e Serra Dourada.

Melhor gramado?
Ernesto Sobrinho (Joinville).

Estádio com melhor vestiário?
Serra Dourada.

O adversário mais difícil que já enfrentou?
Vasco e São Paulo.

Qual o jogador mais violento?
-

Melhor jogador do mundo?
Pelé.

Melhor árbitro?
Paulo Cezar Oliveira.

Árbitro que mais complica?
Vários.

Uma qualidade sua?
Caráter e honestidade.

Um defeito?
Possesivo.

Religião?
Adventista.

Superstição?
Não tenho.

Hobby?
Sair com a família.

Carro?
Gol.

Comida preferida?
Todas.

Bebida?
Refrigerante.

Perfume?
Home.com.

Sonho de consumo?
-

Ator preferido?
Lima Duarte.

Atriz?
Maitê Proença.

Cantor?
Zé Ramalho.

Cantora?
Joanna.

Música?
Jesus Salvador de Roberto Carlos.

Filme?
-

Programa de TV?
Qualquer um de esporte.

Leitura?
Bíblia.

Uma viagem?
Portugal
.



Compartilhe:

Atacante Aílton de Jesus

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.