Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Matéria Especial

Intimidade Revelada com o zagueiro Roberto

Publicado: quarta-feira,3 de novembro de 2004
Por: CoralNET



Há 35 anos, na capital de Bahia, Salvador, nascia Roberto de Jesus Assis. Desde os primeiros anos de vida já pensava em ser jogador de futebol, e apoiado pelo pai Ubaldino, torcedor fervoroso do Esporte Clube Bahia, começou sua carreia nas divisões de base do tricolor baiano.

No Recife desde o dia 26 de janeiro, o zagueiro Roberto já se adaptou totalmente a cidade, assim como sua esposa Gleimes Aparecida Nery Pereira da Silva Assis, acha o Recife tranqüilo e um bom lugar para se morar. Juntos há 11 anos, o casal que costumava fazer reuniões com os amigos em casa, freqüentava muito a praia e os shoppings locais, com o nascimento do seu primogênito, Roberto Junior de cinco meses, hoje passam a maior parte do tempo dentro do seu flat em Boa Viagem.

Para Gleimes, Roberto como marido é muito atencioso e carinhoso, mas é como pai que ele se destaca "Ele é um pai 100%! Alimenta o bebê, dá banho, troca frauda, faz de tudo um pouco". Apesar de ciumenta, a ex-enfermeira, que largou a profissão para acompanhar o marido, sabe lidar bem com o assédio das fãs e espera continuar morando no Recife "Aqui ele está muito feliz, para mim é suficiente".

Pai pela primeira vez, Roberto descreve como indescritível a sensação de ver o seu filho nascendo "Eu estava concentrado, íamos jogar contra o América de Minas Gerais, saí da concentração às 3 da manhã e vi o parto do Júnior. Vencemos o jogo por 2 x 0 e tanto o Williams como o Aílton dedicaram seus gols para ele". de o parto estar estar programado para 05 de maio, mesmo dia do aniversário do zagueirão, o nascimento foi antecipado, o que para Roberto é um bom sinal "Tomara que ele leve isso para dentro de campo, e como ele vai ser atacante chegue sempre na frente dos zagueiros".

Dentro de casa o xerife tricolor é um bagunceiro consciente, sempre que leva bronca vai correndo colocar as coisas no lugar para ajudar a esposa. Adora assistir o Jornal Nacional e os programas de Esporte, além de usar a leitura como passa-tempo. Segundo o próprio, é craque em fazer pipoca de microondas e ovo frito, assim, depende de Gleimes para comer o salpicão de frango ou o macarrão com galinha que tanto gosta. Costuma se vestir com bermudão, camisa folgada, boné e tênis, roupas leves, e pretende ser treinador de futebol no futuro "Anoto todos os treinamentos, palestras e apresentações, tudo que motiva em campo".

Jogador experiente, já atuou em diversos clubes como Bahia, Joinville, Paraná, Coritiba e Criciúma. Evangélico, freqüenta uma igreja no bairro do Ipsep. Prestou vestibular duas vezes, e apesar de aprovado só chegou a cursar um mês de aula, tudo por causa do trabalho, caso continue no Recife já pensa em voltar a estudar novamente.

Roberto mantém contato telefônico semanal com sua família na Bahia, mas mesmo assim morre de saudade da mãe Luciene, dos irmãos Luciano e Isadora e dos sobrinhos Luís Roberto, Thamyres e Maria Luiza. Não pretende ser milionário, mas gostaria de ter dinheiro para comprar uma casa em Florianópolis e ter saúde para trabalhar e sustentar seus familiares.

Através da CoralNET, Roberto deixou sua mensagem para a torcida tricolor "Costumo dizer que a torcida do Santa Cruz é uma nação, maior até que a população de alguns países. Sempre que visto esta camisa, assumo uma responsabilidade muito grande. Já recebi e-mail da África, Bolívia e Estados Unidos, e agradeço muito o apoio e o carinho que me passam, no que depender de mim nunca vai faltar guarra e vontade, Não vou esquecer do Santa nunca!"

Compartilhe:

Intimidade Revelada com o zagueiro Roberto

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.