Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Matéria Especial

Entrevista com o zagueiro Váldson

Publicado: terça-feira,1 de agosto de 2006
Por: Jota Santana

Váldson Mendes Bezerra tem 31 anos, 1,78m e 75kg. Natural de Aracajú/SE, é zagueiro e chegou ao Arruda há pouco mais de dois meses. Nesse curto período já conquistou a braçadeira de capitão, se tornou um dos principais jogadores da equipe do Santa Cruz e virou ídolo da torcida tricolor.

Em entrevista ao site CoralNET o jogador se mostrou feliz com as primeiras metas conquistadas e consciente do árduo trabalho que ainda terá pela frente.

VOCÊ ENCAROU COMO UM DESAFIO PESSOAL A SUA VINDA PARA O ARRUDA?

Sem dúvida! Quando cheguei aqui o time estava na lanterna, não tinha sequer uma vitória. Reverter isso era um grande desafio e com a chegada de Maurício Simões nós conseguimos.


QUAL A ANÁLISE QUE VOCÊ FAZ DO ATUAL MOMENTO DO SANTA CRUZ?

Agora estamos um pouco mais tranqüilos, mas temos que continuar lutando. É importante deixar claro para todos que ainda não ganhamos nada.

O QUE CONTRIBUIU PARA ESTA TRANSFORMAÇÃO DO TIME?

A mudança da comissão técnica foi essêncial. O professor Maurício Simões chegou, implantou sua filosofia e nós assimilamos da melhor forma possível. Agora os resultados estão surgindo naturalmente.


O SEU GOL DIANTE DO FLAMENGO FOI O MAIS BONITO DE SUA CARREIRA?

Foi um gol importante, mas já fiz alguns outros.

A QUE VOCÊ ATRIBUI A SUA BOA PERFORMANCE EM CAMPO?

Ao trabalho e a dedicação. Só assim o atleta mantém a sua forma. Busco trabalhar cada vez mais e assim os frutos vão sendo colhidos nas partidas.

COMO VOCÊ SE SENTE JÁ SENDO ÍDOLO DA TORCIDA CORAL?

Fico feliz em ter trazido a torcida para o meu lado, mas tenho certeza que isso tudo é fruto do meu trabalho. A rencompensa de todo esse esforço é o carinho dos torcedores.

QUAL O SEU RECADO PARA OS INTERNAUTAS DA CORALNET?

A torcida pode ter certeza que não só eu como todo o elenco vai se doar por inteiro para manter o Santa fora da zona de rebaixamento e futuramente buscar novos horizontes.


Compartilhe:

Entrevista com o zagueiro Váldson

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.