Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

75,5333333333333

Classifique:

O Clube

Com show de Roberto Carlos no Arruda, Santa diminui déficit

Publicado: segunda-feira, 24 de fevereiro de 2014, às 19:08
Por: Redação CoralNET

Do Terra Esportes

Maior estádio de Pernambuco, o Arruda continua a atrair grandes shows mesmo com a concorrência criada pela Arena Pernambuco. No próximo dia 12 de abril, véspera da final do Campeonato Pernambucano, será a vez do campo receber o cantor Roberto Carlos. O evento é visto pela diretoria do clube como uma importante fonte de renda, principalmente porque irá suprir o déficit de faturamento que houve pelo time ter sido punido pelo STJD e obrigado a jogar três partidas no Luiz Lacerda, em Caruaru, neste início de ano.

Em abril de 2012, dois shows do ex-beatle Paul McCartney foram realizados no estádio e, pelas duas apresentações, o clube recebeu cerca de R$ 1 milhão. O novo show pode ser uma demonstração de que o tamanho do estádio, que já chegou a receber 96.200 torcedores para o jogo entre Brasil e Bolívia pelas Eliminatórias do Mundial de 1994 e atualmente tem capacidade para receber até 65 mil pessoas, pode continuar gerando forte concorrência para a Arena Pernambuco e o futuro estádio multiuso do Sport Recife na atração de espetáculos.

Antes da inauguração da Arena Pernambuco, muita gente imaginou que o show do ex-beatle poderia ser uma das últimas grandes apresentações culturais no Estádio José do Rego Maciel, já que a sede pernambucana do Mundial de 2014 é um estádio com todas as adaptações previstas para receber um evento cultural de grande porte. Além disso, o Sport promete construir um projeto também multiuso e com capacidade para cerca de 46 mil torcedores (semelhante ao do estádio de São Lourenço da Mata, mas com o diferencial de ficar em uma área central do Recife).

Secretário extraordinário da Copa em Pernambuco, Ricardo Leitão estranha a escolha do Arruda. “Eu não sei qual foi o critério que a produção de Roberto Carlos levou para decidir pelo estádio do Santa Cruz. A experiência que existe em um grande show musical no Arruda não foi boa, que foi o show de Paul McCartney, e não foi boa porque o estádio não foi concebido na perspectiva de receber shows musicais, ao contrário da Arena, que tem um planejamento multiuso. O seu projeto arquitetônico e a sua construção foram feitos para jogar futebol e também receber grandes shows musicais”, opinou.

O Governo do Estado não divulga o contrato da Parceria Público-Privada firmada para a construção da Cidade da Copa, que engloba a Arena Pernambuco e um projeto imobiliário ainda não iniciado, que seria construído em terreno ao lado do estádio. Mas o custo estimado atualmente do estádio é de R$ 650 milhões e os empreendedores privados têm uma garantia de faturamento mínimo de R$ 3,5 milhões por mês, segundo o secretário Ricardo Leitão.

“Pelo contrato da PPP, o Estado é sócio do empreendimento, então existe uma estimativa de receita da Arena Pernambuco. Se essa receita for alcançada, o sócio, que é o Governo do Estado, não se obriga a nenhum repasse. Se não for alcançada o Estado tem que complementar aquela receita estimada no contrato. O problema é que inicialmente a previsão era que os três clubes jogassem na Arena Pernambuco, consequentemente haveria uma receita muito maior do que o que vem sendo obtido pelo fato do Náutico ser o único clube que está levando seus jogos lá”, explica o secretário.

Compartilhe:

Com show de Roberto Carlos no Arruda, Santa diminui déficit

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.