Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

82,4

Classifique:

Futebol Profissional

Martelotte comemora primeiro acesso como treinador e exalta conquista: “A maior da minha carreira”

Publicado: sábado,21 de novembro de 2015, às 21:30
Por: Daniel Lima

Principal responsável pelo acesso à Série A do Santa Cruz, o técnico Marcelo Martelotte comemorou bastante o objetivo cumprido após a sua equipe golear o lanterna Mogi Mirim/SP por 3 a 0, no estádio Novelli Júnior, em Itu. Afinal, não poderia ser diferente, até porque a subida de divisão foi conquistada com uma rodada de antecedência. Ele exaltou a força do elenco para reagir ao longo da competição e recolocar o Mais Querido do Nordeste na elite do futebol brasileiro depois de nove anos. 

"Fomos acreditando cada vez mais, o grupo foi respondendo de maneira positiva. Hoje foi a concretização de um trabalho. O último ponto a ser conquistado sempre é mais difícil. Estão todos de parabéns pela conquista", destacou. 

Marcelo Martelotte já havia ascendido o Santa Cruz da Série B para a primeira divisão pelo Santa Cruz. Na ocasião, em 1999, era goleiro da equipe. Agora, como treinador, conquistou o seu primeiro acesso e entrou novamente para a história do clube. O feito é muito importante para o currículo do profissional, que começou a ser técnico, efetivamente, há três anos. Além disso, foi campeão pernambucano pelo tricolor em 2013. Para o técnico, a conquista é a maior da sua carreira. "É uma conquista enorme, a maior minha pelo Santa Cruz e a maior da minha carreira", afirmou. 

CRESCIMENTO

O comandante assumiu o Santa na 8ª rodada do Campeonato Brasileiro da Série B após a demissão de Ricardinho. Pegou o time na zona de rebaixamento à Série C, exatamente na 18ª colocação, com cinco pontos, e conseguiu uma reação excepcional. A sua reestreia pelo clube, já que antes havia dirigido à equipe em 2013, foi contra o Ceará/CE, em jogo que terminou empatado em 3 a 3, na Arena Castelão.

"A conversa foi parabenizando pela resposta que demos no campeonato. Fomos pensando na evolução em cada etapa. Tínhamos objetivos imediatos e o grupo respondeu muito bem. Crescemos o tempo todo e chegamos neste momento", ressaltou. 

Contratado em 13 de junho e apresentado dois dias depois, o treinador coral chegou com um discurso digno. Colocou como principal objetivo um trabalho de recuperação no campeonato e disse que acreditava numa reviravolta do Santa Cruz na Série B. Foi justamente isso que aconteceu. Há mais de cinco meses no comando, obteve 18 vitórias, cinco empates e sete derrotas, em 30 partidas, conquistando o acesso a uma rodada do fim da competição. Um trabalho extremamente brilhante.

Compartilhe:

Martelotte comemora primeiro acesso como treinador e exalta conquista: “A maior da minha carreira”

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.