Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

51,5

Classifique:

O Clube

“Não existe jogador, treinador e funcionário ou diretor que seja maior que o Santa Cruz”, afirma vice-presidente

Publicado: quinta-feira,3 de dezembro de 2015, às 17:38
Por: Daniel Lima

Em tempos de valorização no Arruda, o vice do Santa Cruz mandou um recado via rede social (twitter) no final da noite de ontem: “Não existe jogador, treinador e funcionário ou diretor que seja maior que o Santa Cruz”. Constantino Júnior deixou claro que ninguém é maior que a entidade. Desde a conquista do acesso à Série A, jogadores, treinador e membros da comissão técnica cobram um aumento salarial para renovar com o clube visando a temporada do ano que vem. 

Esse pedido de reconhecimento é algo normal no futebol, mas tudo com suas devidas proporções. A diretoria do Santa trabalha de forma redobrada para sustentar a base do time que ascendeu à Primeira Divisão, mas nada será feito fora da realidade do clube. Mesmo com uma receita maior no próximo ano e disputando quatro competições, os dirigentes corais não quererem mudar a política de “pés no chão”. 

A própria diretoria aprendeu com os erros do passado e extrapolar o limite financeiro não é tática do Santa Cruz para a próxima temporada, mesmo tendo que lutar contra equipes de orçamento maior na Série A. O presidente Alírio Moraes colocou como principal meta manter a base do time. 

“A gente pensa em trabalhar com uma receita anual em torno de R$ 50 milhões, contando as cotas de televisão, bilheteria, quadro de sócios. Vamos ter que apertar os parafusos porque o clube tem um gasto muito acentuado. Mas, no futebol, queremos fazer um time de guerreiros, mantendo a base de 2015. O nosso esforço é para sonhar com os craques que fizeram o orgulho da torcida neste ano”, disse o mandatário. 

Compartilhe:

“Não existe jogador, treinador e funcionário ou diretor que seja maior que o Santa Cruz”, afirma vice-presidente

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.