Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

91,5555555555555

Classifique:

Futebol Profissional

Com renovações acontecendo, Santa começa a manter “espinha dorsal” para o próximo ano

Publicado: terça-feira,22 de dezembro de 2015, às 12:44
Por: Daniel Lima

Logo depois do acesso do Santa Cruz à Série A, no dia 21 de novembro deste ano, o presidente Alírio Moraes e o vice Constantino Júnior prometeram se desdobrar para sustentar a base do time que conseguiu a ascensão da Segunda Divisão para a elite do futebol brasileiro. Mesmo com o orçamento financeiro apertado, a diretoria tem correspondido nas negociações, mas com muita cautela para não extrapolar as finanças. 

Já visando a temporada 2016, o primeiro passo do Santa foi renovar com o técnico Marcelo Martelotte por mais um ano. Também acertou a permanência do goleiro Tiago Cardoso e dos meias João Paulo e Marcílio até 2017. Além disso, estendeu o vínculo até o fim do próximo ano com mais três jogadores: lateral direito Vítor, zagueiro Neris (foto)  e meia Lelê. 

Esse número de jogadores garantidos para o ano que vem aumenta. Tudo isso porque o lateral direito João Carlos, o zagueiro Walter Guimarães, os meias Raniel e Williams Luz e o atacante Grafite já tinham contrato mais longo com o clube. O fato do tricolor manter a espinha dorsal do time será importante por alguns motivos: largar na frente dos concorrentes diretos e consegue um entrosamento mais rápido. 

No próximo ano, o Santa Cruz disputará quatro competições. No primeiro semestre, terá o Campeonato Pernambucano, quando lutará pelo bicampeonato, e a Copa do Nordeste, competição que voltará a jogar depois de um ano. Depois, Copa do Brasil e Brasileiro da Série A, divisão que disputou pela última vez em 2006. 

Foto: CoralNET

Compartilhe:

Com renovações acontecendo, Santa começa a manter “espinha dorsal” para o próximo ano

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.