Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

82,4

Classifique:

Futebol Profissional

Técnico do Santa está indeciso quanto ao futuro dos pratas da casa Nininho e Everton Sena

Publicado: quinta-feira,7 de janeiro de 2016, às 08:31
Por: Daniel Lima

Após retornarem de empréstimo, o lateral Nininho e o zagueiro Everton Sena se reapresentaram com todo o elenco do Santa Cruz na última segunda-feira (4), no Arruda. Apesar de estarem treinando normalmente, os pratas da casa seguem com o futuro incerto para a disputa das competições da temporada 2016 e estão sendo analisados individualmente pelo técnico Marcelo Martelotte, que ainda irá decidir o rumo dos jogadores nos próximos dias. Caso não continuem, serão emprestados novamente.

“Vai depender um pouco das oportunidades. Nunca coloco um jogador em um determinado pacote. Vamos analisá-los individualmente para ver a possibilidade de permanência ou empréstimo deles. Tomaremos a melhor decisão para o clube e desenvolvimento do jogador”, afirmou.

Revelados pelo clube e com contrato em vigor até o fim do próximo ano, Nininho e Everton Sena trabalharam com o atual treinador em 2013, quando participaram diretamente da conquista do título estadual daquele ano. Inclusive, na ocasião, o segundo deles foi eleito o melhor lateral direito do Campeonato Pernambucano. O detalhe é que o zagueiro atuou improvisado no setor e acabou se destacando.

O técnico Marcelo Martelotte deu a entender que a chance de Everton Sena continuar no elenco é maior, destacando sua polivalência. Quanto a Nininho, a possibilidade dele ser utilizado é mais complicada, pelo simples fato de a equipe possuir atualmente dois laterais direitos: o experiente Vítor e o recém-contratado Lucas Ramon, que veio do Grêmio/RS e pertence ao Londrina/PR.

“Já conheço bem os dois jogadores, mas nesse momento é mais difícil para Nininho em relação à posição dele. Já Everton Sena é diferente, pela sua posição, onde ainda somos carentes, ele é versátil, joga em outras posições e pode ser importante”, disse o comandante coral.

Na temporada passada, o zagueiro Everton Sena só jogou a 2ª rodada do Pernambucano e depois foi emprestado ao Boa Esporte/MG para disputar a Segunda Divisão. Apesar do rebaixamento à Série C com o time mineiro, participou de 30 jogos (sete pelo estadual e 23 pela Série B), sendo titular em 23. Já Nininho foi emprestado em agosto do ano passado para disputar o Brasileiro da Série C pelo América/RN. No time potiguar, jogou apenas três partidas das 18.

Em 2015, a melhor sequência do lateral direito, de 23 anos, foi no estadual, quando atuou sete vezes seguidas como titular e jogou todas as partidas das finais Ainda disputou o início da Série B, jogando 12 partidas, sendo titular em nove delas, mas apenas três com o técnico Marcelo Martelotte.

Foto: CoralNET

Compartilhe:

Técnico do Santa está indeciso quanto ao futuro dos pratas da casa Nininho e Everton Sena

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.