Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

44,1428571428571

Classifique:

Futebol Profissional

Martelotte crava Sport como favorito no Pernambucano, mas lembra títulos recentes do Santa

Publicado: sexta-feira,29 de janeiro de 2016, às 07:08
Por: Daniel Lima

Em busca de defender a hegemonia no Estado, o Santa Cruz estreia no Campeonato Pernambucano - daqui a quatro dias -, logo com um clássico contra o Náutico, na Arena PE, na próxima segunda-feira (1). Apesar do clube coral ser o atual campeão pernambucano,  o técnico Marcelo Martelotte disse que o favorito ao título estadual deste ano é o Sport Recife. O fato de colocar a rivalidade em jogo antes do início da competição até surpreendeu, isso porque o profissional segue uma linha de discursos moderados.

Apesar de achar que o maior rival é o candidato com status de time a ser parado, ele lembrou que no passado recente os tricolores levaram a melhor em 2011, 2012, 2013 e 2015. "Nos últimos 20 anos, o Sport sempre foi o favorito e continua sendo. É o clube que tem mais dinheiro e pode investir. Mas nos últimos cinco anos ganhamos quatro (estaduais). Esse favoritismo só existe antes da competição começar", cravou.

Mesmo o Santa tendo ganho o campeonato estadual do ano passado, o treinador não vê uma responsabilidade maior e nenhum favoritismo por essa circunstância. Para o treinador, a equipe precisa caminhar passo a passo para se tornar um dos finalistas.

"Não aumenta a responsabilidade. É a mesma. Não somos favoritos e nunca fomos. Temos uma responsabilidade grande que é disputar o título. Precisamos trabalhar forte nesse início. A competição começa com seis equipes e quatro avançam para o mata-mata (semifinal). Precisamos estar entre os finalistas", avisou.

Pelo Santa Cruz, Martelotte já conquistou dois títulos pernambucanos e também dois acessos à Série A do Brasileiro. Em 1993, sagrou-se campeão estadual na época em que era goleiro do clube e conseguiu subir para a Primeira Divisão em 1999. Como técnico, repetiu os feitos em 2013 (campeão PE) e 2015 (ascensão à elite). Ele se aposentou como jogador em 2002 e já no ano seguinte iniciou a carreira de treinador.

Os momentos vitoriosos foram lembrados pelo comandante. "Essas experiências foram fantásticas, mas não acrescentam em nada no campeonato que vem pela frente. Agora, temos que nos concentrar no dia a dia", encerrou.

Compartilhe:

Martelotte crava Sport como favorito no Pernambucano, mas lembra títulos recentes do Santa

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.