Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

57,2222222222222

Classifique:

Futebol Profissional

Irritação da torcida do Santa com má fase de Daniel Costa aumenta com pênalti perdido

Publicado: sexta-feira,12 de fevereiro de 2016, às 07:26
Por: Daniel Lima

"A memória do torcedor é curta". O técnico Marcelo Martelotte resumiu as vaias da torcida voltadas a Daniel Costa com um dos clichês mais usados no futebol. Depois de ser peça-chave no acesso do Santa Cruz à Série A no ano passado, com sete gols marcados, cinco deles de falta, em 17 jogos como titular, o meio campista viu tudo mudar radicalmente no início da temporada 2016. Antes visto como o homem da bola parada, o jogador virou alvo de críticas.

Se as coisas não estavam boa para o meia, pioraram ainda mais após o jogo contra o América, no Arruda. O Santa vencia o adversário pelo placar de 3 a 2, quando ele teve a chance de sacramentar a vitória em cobrança de pênalti, mas a chance foi desperdiçada. Ele, que entrou durante o segundo tempo, bateu no meio do gol e o goleiro Delone não teve muito trabalho para fazer a defesa. Logo depois, veio os xingamentos da torcida.

Sobre a "perseguição" dos torcedores a Daniel Costa, o técnico Marcelo Martelotte minimizou o fato. "Não é só Daniel (Costa), pois vimos (críticas) a outros jogadores que foram fundamentais no acesso da equipe. A memória da torcida é curta em tempos do futebol. Mas não sei se a gente pode colocar que as críticas são exageradas", disse.

Defendendo o jogador, o treinador do Santa Cruz voltou no tempo e recordou que no jogo da ascensão do clube à Primeira Divisão, contra o Mogi Mirim/SP, em Itu, Daniel Costa chamou a responsabilidade e cobrou o pênalti. Na ocasião, a partida estava 0 a 0.  Com isso, não viu nenhum problema com erro da penalidade contra o América.

"É bom lembrar que na temporada passada, ele bateu o pênalti mais difícil contra o Mogi, no jogo do acesso. Foi muito mais difícil do que ao que ele perdeu. Não vejo nenhum problema dele ter assumido a responsabilidade de cobrar contra o América. Só que a gente entende que o torcedor, às vezes, já está com uma certa má vontade. O jogador tem experiência e personalidade para passar por cima disso", lembrou.

No começo da semana, o elenco coral saiu em defesa de Daniel Costa, que recebeu muitos elogios dos companheiros. No entanto, as fracas atuações do meio campista, titular nas duas primeiras rodadas do estadual (Náutico e Salgueiro), custaram caro e a reserva diante do América, entrando apenas no decorrer do segundo tempo.

Compartilhe:

Irritação da torcida do Santa com má fase de Daniel Costa aumenta com pênalti perdido

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.