Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

77,25

Classifique:

Futebol Profissional

Nova vítima em disputa de bola, Tiago Cardoso toma dois pontos na cabeça, mas não preocupa

Publicado: quinta-feira,18 de fevereiro de 2016, às 16:51
Por: Daniel Lima

Ultimamente os jogadores do Santa Cruz têm levado azar na disputa de bola em determinado lance. Jogadas mais fortes que até assustam e causam preocupação, como aconteceu no jogo contra o Confiança/SE, na Arena Batistão. Logo no início  da partida, o goleiro Tiago Cardoso levou um corte na cabeça após se chocar com um atleta adversário, ficando na pior. O detalhe foi que dois minutos antes, Eron, zagueiro do time sergipano, cortou o supercílio esquerdo.

Preocupado com as condições do camisa 1, o zagueiro Alemão fez sinais para o banco de reservas ao perceber que a cabeça do companheiro estava sangrando. Imediatamente, o médico do clube entrou em campo e deu conta da situação. Enfaixou a região e também colocou uma touca protetora para estancar o sangramento. Depois do jogo, Cardoso ainda tomou dois pontos, mas nem de longe tem a possibilidade de desfalcar o Santa no clássico contra o Sport Recife, na Ilha do Retiro.

Parece até perseguição, mas também é falta de sorte. Pois na estreia do Santa Cruz na Copa do Nordeste, diante do Bahia/BA, o atacante Grafite também machucou a cabeça, num episódio parecido, e teve que levar seis pontos depois de ser substituído forçadamente ainda no primeiro tempo. Ele, inclusive, jogou contra o Confiança/SE com um curativo na testa.

Os dois pontos tomados não atrapalharam  o rendimento do goleiro Tiago Cardoso, que apareceu bem quando foi exigido. A atuação segura refletiu no primeiro jogo da temporada em que a defesa coral não sofreu gols do adversário.

Compartilhe:

Nova vítima em disputa de bola, Tiago Cardoso toma dois pontos na cabeça, mas não preocupa

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.