Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

77,25

Classifique:

Futebol Profissional

Com quatro reforços à disposição, Santa pode ter estreias contra o Internacional no Arruda

Publicado: domingo,10 de julho de 2016, às 12:00
Por: Redação CoralNET

A semana foi recheada de novidades nas Repúblicas Independentes do Arruda. Dos cinco reforços apresentados oficialmente pelo Santa Cruz, quatro deles foram regularizados e ficam aptos para enfrentar o Internacional/RS. Com isso, o técnico Milton Mendes ganha as seguintes opções: o zagueiro Wellington, o volante Derley, o meia Marcinho e o atacante Marion. Apenas o nome do volante Jadson não foi publicado no BID da CBF.

Mesmo com um leque de opções para escalar o time, o treinador do Santa disse que irá utilizar todos os reforços na equipe titular, mas pretende colocar alguns deles de frente, neste domingo (10), às 16h, no estádio do Arruda. “Todos não, porque seria mexer muito. Nós temos uma linha, uma espinha dorsal. Vamos mantê-la. Mas lógico que, atendendo às últimas circunstâncias de atuações, precisamos dar um corpo maior à equipe", disse o comandante coral.

Segundo o técnico Milton Mendes, o setor que deve sofrer modificação é o meio de campo do time, porém não adiantou qual seria a substituição. “Precisamos dar uma segurança maior em termos de meio-campo. É mais ou menos por ali que, possivelmente, haverá algumas mudanças”, declarou.
Com o zagueiro Neris e o lateral esquerdo Tiago Costa recuperados de contusão e Grafite vetado, a possível escalação do Santa Cruz é: Tiago Cardoso; Léo Moura (Vitor), Neris, Danny Morais e Tiago Costa; Uillian Correia, Derley, João Paulo e Marion; Keno e Arthur.

Compartilhe:

Com quatro reforços à disposição, Santa pode ter estreias contra o Internacional no Arruda

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.