Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

9,36363636363637

Classifique:

Futebol Profissional

Após derrota, vice-presidente do Santa questiona arbitragem de Sandro Meira Ricci

Publicado: segunda-feira,29 de agosto de 2016, às 08:02
Por: Messias Amorim

O Santa Cruz foi derrotado pelo Cruzeiro/MG, neste domingo (28), por 2 a 0, no Estádio Mineirão. O Tricolor do Arruda permaneceu na zona de rebaixamento, em 19º lugar, com 19 pontos. Após o resultado negativo, o vice-presidente do Santa, Constantino Júnior, questionou a arbitragem de Sandro Meira Ricci e afirmou que o árbitro veio pressionado para apitar partida.

“O Sandro Meira Ricci entrou pressionado. Fazia seis anos que ele não apitava uma partida do Cruzeiro, a pedido do próprio clube, que mostra que tem uma força na federação. Ele veio muito pressionado, em um estádio lotado. No primeiro tempo ele não mostrou cartão amarelo para Romero em uma falta, e depois – em um lance de menor gravidade – mostrou o cartão para Derley”, questionou o dirigente.

Constantino também alegou que ele estava inseguro e citou o lance do segundo gol como o principal erro de Ricci. “Ele mostrou certa insegurança. O ponto fundamental foi no segundo gol. O Léo Moura afastou a bola para que o Danny Moraes fosse atendido. Quando um jogador vai ser atendido não se pode permitir que o lateral seja cobrado de forma rápida. Ele fingiu que não entendeu isso”, reclamou.

No fim, o dirigente tricolor lembrou uma participação muito polêmica de Sandro, em 2014, no Clássico das Multidões, entre Santa Cruz e Sport, no Arruda, valendo vaga na final da Copa do Nordeste. Na ocasião, o arbitro mineiro ainda era da federação pernambucana. A partida terminou em 2 a 1 para os rubro-negros. “Os entendedores entenderão. Assim como foi em 2014, na Copa do Nordeste, o Sandro atrapalhou a vida do Santa”, finalizou o vice-presidente do Santa Cruz.

Compartilhe:

Após derrota, vice-presidente do Santa questiona arbitragem de Sandro Meira Ricci

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.