Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

25,75

Classifique:

Futebol Profissional

Súmula relata confusão de jogadores e objetos atirados pela torcida do Santa no campo

Publicado: segunda-feira,12 de setembro de 2016, às 08:30
Por: Daniel Lima

O último Clássico das Multidões da temporada foi eletrizante na Ilha do Retiro. Oito gols marcados e vitória de virada do Sport Recife sobre o Santa Cruz pelo placar de 5 a 3. O jogo esquentou no final do segundo tempo, quando Derley e Diego Souza se envolveram numa confusão dentro de campo e ambos foram expulsos pelo árbitro gaúcho Leandro Pedro Vuaden, que não deixou barato e ainda relatou o episódio na súmula, já publicada no site da Confederação Brasileira de Futebol (CBF). 

Além da briga entre Derley e Diego Souza, o árbitro do clássico citou no documento os objetos atirados pela torcida do Santa Cruz para dentro do campo na comemoração dos jogadores do Sport Recife, que foram provocar os torcedores corais perto do alambrado, no quarto gol marcado. Sendo assim, os tricolores correm o risco de perder mando de campo. 

A súmula diz: "durante a comemoração do quarto gol da equipe do Sport (...) próximo ao local destinado onde se encontra a torcida do Santa Cruz, foram arremessados objetos (não sendo possível identificar esses objetivos pela equipe de arbitragem) em direção aos atletas do Sport, sendo que nenhum foi atingido. Houve rápida intervenção do policiamento para a contenção e os atletas do Sport saíram rapidamente do referido local."

Com relação às expulsões, o registro esclarece que Diego Souza e Derley se envolveram numa briga entre eles e trocaram farpas após o jogo. Desta forma, os dois podem ser punidos no julgamento do Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD). Sobre o jogador do Sport Recife, o árbitro Leandro Pedro Vuaden relatou que o camisa 87 precisou ser contido ao deixar o gramado. "Por ameaças verbais e gesticular ostensivamente, proferindo as seguintes palavras: "quando terminar o jogo vamos acertar as contas, vou mostrar quem manda aqui, de hoje não passa", contra o atleta adversário. O referido atleta (Diego Souza) precisou ser contido pelos companheiros, evitando assim tumulto."

Segundo a súmula, Derley também se exaltou e foi controlado pelos seus companheiros durante a confusão dentro de campo. "Após ter sido ameaçado pelo atleta adversário, nº 87, Diego de Souza Andrade, conforme relato no quadro respectivo, revidou proferindo o seguinte: "então tá, de hoje não passa mesmo, tu só quer fazer confusão." O mesmo também utilizou gestos claros no sentido de, após o jogo, ter um enfrentamento. O atleta citado foi contido por companheiros para evitar tumulto."

Foto: Ricardo Fernandes/DP

Compartilhe:

Súmula relata confusão de jogadores e objetos atirados pela torcida do Santa no campo

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.