Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

51,5

Classifique:

Futebol Profissional

Há quase dois meses sem vencer na Série A, Santa recebe Atlético-PR e Doriva tenta quebrar jejum

Publicado: quarta-feira,14 de setembro de 2016, às 08:04
Por: Daniel Lima

O jejum do Santa Cruz na Série A é grande. São exatamente nove jogos sem saber o que é vencer. Ou seja, quase dois meses na “seca”. A última vitória dos tricolores na competição foi sobre o América/MG pelo placar de 3 a 0, no Independência, no dia 17 de julho. De lá cá, foram seis derrotas, quatro empates e consequentemente nenhum triunfo no returno do Campeonato Brasileiro. Nesta quarta-feira (14), no estádio do Arruda, os tricolores recebem o Atlético-PR, pela 25ª rodada, e tentam iniciar uma reação para brigar contra o rebaixamento.

Atualmente na tabela de classificação, os corais estão na vice-lanterna da Série A (19ª colocação) e somam apenas 20 pontos. Já o Atlético/PR ocupa a 8ª posição, com 36 pontos. Na rodada passada, os paranaenses derrotaram o Internacional de virada pelo placar de 2 a 1, na Arena de Baixada.

A distância do Santa para o Internacional/RS, o primeiro time fora do Z4, é de sete pontos. Sob o comando do técnico Doriva, o time coral jogou seis partidas, sendo quatro delas pelo Brasileirão, e só venceu uma vez – vitória sobre o Sport Recife pelo placar de 1 a 0, no jogo de volta da Copa Sul-Americana. Na competição nacional, o retrospecto do treinador é negativo: três derrotas e um empate.

Na última rodada, o Santa Cruz perdeu de virada para o Sport Recife pelo placar de 5 a 3, na Ilha do Retiro. O revés afundou ainda mais o clube na zona de rebaixamento. No Arruda, a matemática para livrar a queda é a seguinte: somar 25 pontos dos 39 em disputa (13 jogos).

Compartilhe:

Há quase dois meses sem vencer na Série A, Santa recebe Atlético-PR e Doriva tenta quebrar jejum

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.