Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

6,05882352941176

Classifique:

Futebol Profissional

Após não conseguir fundos para comprar parte dos direitos de Keno, Santa Cruz deve perdê-lo

Publicado: domingo,2 de outubro de 2016, às 07:19
Por: Daniel Lima

O que parecia certo para a diretoria, acabou dando errado no final das contas. O Santa Cruz até tentou comprar 60% dos direitos econômicos de Keno, mas não conseguiu. Como o clube não depositou o dinheiro - referente ao passe do jogador e também à renovação contratual até 2018 - até a última sexta-feira, o negócio não foi viabilizado. Dos males, o maior é que a direção tinha anunciado oficialmente no mês de junho que tinha acertado tudo com o atleta, porém não foi isso que aconteceu. À época, foi assinado apenas um pré-contrato. 

Se não fosse a falta de dinheiro, o Santa poderia lucrar muito mais com uma possível venda de Keno. O certo é que os tricolores só têm direito a 30%, que é justamente do “direito de vitrine”, estipulado na assinatura de contrato. A direção tentou de todas as maneiras fazer uma operação financeira para comprar os 60% do jogador, mas só foram depositados 10% da quantia e o São José/RS, clube detentor dos direitos do atleta, vai devolver o valor. 

Destaque do time coral na atual temporada, Keno é o vice-artilheiro do Santa, com 16 gols marcados em 51 jogos. Essa é a segunda passagem do jogador no Arruda. Na primeira delas, em 2014, ele oscilou na Série B daquele ano e ainda saiu do clube para o Atlas-MEX. Antes de voltar, atuou na Ponte Preta/SP. 

SAIBA MAIS

Keno assina renovação e permanece no Santa Cruz até o final de 2018

Foto: CoralNET

Compartilhe:

Após não conseguir fundos para comprar parte dos direitos de Keno, Santa Cruz deve perdê-lo

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.