Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

20,6

Classifique:

Futebol Profissional

Há dois meses sem jogar, Roberto é escanteado no Santa Cruz e lateral esquerda enfrenta carência

Publicado: sexta-feira,7 de outubro de 2016, às 10:21
Por: Daniel Lima

Um jogador do elenco do Santa Cruz vive ostracismo. Preterido até no banco de reservas,  Roberto nunca foi utilizado pelo técnico Doriva, que nos treinos optou por improvisar Vítor na lateral esquerda devido à ausência de Allan Vieira. Indicado por Milton Mendes, o lateral esquerdo atuou muito pouco sob o comando do ex-treinador e hoje não tem sinais de receber uma chance no time coral. 

Roberto só jogou cinco partidas com a camisa coral, todas elas sob o comando do técnico Milton Mendes, mas sequer foi titular. Seu último jogo pelo Santa foi no empate sem gols contra o Grêmio/RS, em Porto Alegre, no dia 4 de agosto. De lá para cá, são mais de dois meses sem atuar. Durante esse período, ainda sofreu uma lesão, mas quando se recuperou seguiu sem oportunidades. Na derrota para o Sport Recife por 5 a 3, na Ilha do Retiro, o lateral esquerdo estava no banco de reservas.  

Com o desprestígio de Roberto, Allan Vieira é o “único” lateral esquerdo de ofício do Santa Cruz. Durante o Campeonato Brasileiro da Série A, a equipe coral perdeu Tiago Costa por lesão. Recentemente, o técnico Doriva improvisou o volante Jadson na lateral esquerda. Isso aconteceu no decorrer de duas partidas – no jogo da volta da Copa Sul-Americana, contra o Independiente Medellín-COL, e diante do Palmeiras/SP, na última segunda-feira. 

EXTRACAMPO

Há dois anos, Roberto teve uma passagem pelo rival Náutico, mas foi dispensado por indisciplina. À época, a diretoria alvirrubra justificou que o lateral esquerdo e o atacante Tadeu perderam um voo para um jogo da Série B, contra o Boa Esporte/MG, em Varginha. 

Foto: CoralNET

Compartilhe:

Há dois meses sem jogar, Roberto é escanteado no Santa Cruz e lateral esquerda enfrenta carência

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.