Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

34,3333333333333

Classifique:

Futebol Profissional

Santa usa pouco a base em 2016, mas atletas do Sub-20 podem ser testados no fim da Série A

Publicado: terça-feira,25 de outubro de 2016, às 16:46
Por: Daniel Lima

O Santa Cruz utilizou muito pouco os pratas da casa no Campeonato Brasileiro da Série A. No elenco atual, os goleiros Miller e Lucas Silva, o zagueiro Walter Guimarães, o volante Wellington Cézar e os meias Renatinho, Marcílio (foto) e Willians Luz são todos cria da casa, mas quase não tiveram chances de atuar na Primeira Divisão. Geralmente são em momentos de crise que o clube recorre às categorias de base e faltando seis rodadas para o término da competição não será diferente.

Já planejando a temporada do ano que vem, a diretoria vai começar a reformular o elenco e, com o desligamento de alguns jogadores antes do fim da Série A, os atletas da equipe Sub-20 do Santa devem se integrar ao time profissional. De acordo com o vice-presidente Constantino Júnior, os jovens vão ter a chance de mostrar o seu valor na reta final do Brasileiro para serem promovidos para a equipe principal no próximo ano.

"Na Série A, até pela dificuldade da competição (se usou menos a base). Temos adversários que têm centro de treinamento e não colocam jogadores na Série A para evitar que entrem em uma "fogueira". Mas o final de temporada vai ser útil para isso. Alguns atletas (do Sub-20) podem entrar sim na reta final", declarou o dirigente.

O vice-presidente Constantino Júnior reconheceu que os jogadores formados nas categorias de base do clube foram pouco usados durante a disputa da Série A. Mas, para ele, a falta de experiência dos atletas em uma competição de alto nível pesou.  Walter Guimarães jogou apenas uma partida, Renatinho atuou em duas, Marcílio, em cinco, e Wellington Cézar, em quatro.

Foto: CoralNET

Compartilhe:

Santa usa pouco a base em 2016, mas atletas do Sub-20 podem ser testados no fim da Série A

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.