Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

51,5

Classifique:

Futebol Profissional

Segunda passagem pelo Santa dá maior valorização da carreira a Keno, que vai para o Palmeiras

Publicado: terça-feira,22 de novembro de 2016, às 15:11
Por: Daniel Lima

Ainda era 2015 quando o Santa Cruz anunciou a volta de Keno ao Arruda. No dia 30 de dezembro do ano passado, o atacante foi oficializado como reforço para a temporada 2016. Na segunda passagem pelo clube, conseguiu novamente ganhar valorização no mercado. Da primeira vez, há dois anos, saiu do tricolor para o Atlas-MEX, onde disputou a Libertadores. Na ocasião, o clube mexicano desembolsou 440 mil libras – equivalente a aproximadamente R$ 1,32 milhão. Agora, o jogador de 27 anos deve ir para o Palmeiras/SP, líder da Série A, após o término do Campeonato Brasileiro. 

A reportagem da CoralNET traz para o torcedor uma matéria detalhada sobre o principal destaque do Santa na atual temporada. 

COMEÇO DO BRILHO
O primeiro grande passo da carreira de Keno foi no Botafogo-BA, em 2013. Pelo clube, começou a se destacar e levou o time baiano para o Quadrangular Semifinal do campeonato estadual. Na competição, o atacante marcou quatro gols. No mesmo ano, foi contratado pelo Águia de Marabá-PA para disputar a Série C do Brasileiro. Ele brilhou no Pará ao balançar as redes oito vezes e dar nove assistências. 

No ano de 2014, o jogador acertou com o Paraná Clube-PR, mas sua passagem não foi boa mesmo começando a Série B como titular. Por conta dos salários atrasados, ele deixou o clube durante o campeonato e rescindiu o contrato tendo disputado apenas dez partidas. 

PRIMEIRA PASSAGEM NO ARRUDA
Após a saída conturbada do Paraná Clube-PR, Keno foi parar no Santa Cruz em 2014. Disputou apenas o Brasileiro da Série B e suas boas atuações deixaram uma impressão positiva. Nessa passagem, o atacante jogou 25 partidas, sendo 23 delas como titular, e fez três gols. No fim daquele ano, se transferiu para o Atlas-MEX, participou de nove jogos e disputou a primeira Libertadores da América da carreira, em 2015. 

NOVO CONTRATO RESCINDIDO
Depois de Keno atuar no clube mexicano, a Ponte Preta/SP contratou-o em junho de 2015. Ele assinou um vínculo até o fim do Campeonato Paulista de 2016, com direito a compra automática de 50% dos direitos econômicos do jogador. Em Campinas, só jogou 12 partidas, nenhuma como titular, e rescindiu o contrato que era até o maio deste ano. 

MAIOR VALORIZAÇÃO DA CARREIRA
Adivinha onde Keno foi buscar uma nova valorização no mercado? No Santa Cruz. A segunda passagem do atleta no Arruda tem sido fantástica. Com atuações decisivas no primeiro semestre de 2016, ajudou a conquistar o Campeonato Pernambucano e a Copa do Nordeste. Na Série A, segue brilhando mesmo com o rebaixamento do clube à Segunda Divisão. O vice-artilheiro da equipe na temporada, com 18 gols, despertou o interesse de grandes times do futebol brasileiro, como o Santos-SP, o Flamengo-RJ e o Palmeiras/SP, que deve oficializar a contratação do jogador após o fim do Brasileirão. 

Enquanto o atacante soube usar a vitrine da Série A, o Santa não arrecadou fundos para comprar os direitos econômicos do atleta. A diretoria coral até chegou a anunciar a aquisição de 60% do jogador e a renovação contratual até 2018. Porém, não conseguiu pagar cerca de R$ 1,3 milhão ao São José-RS, clube que possui o passe do jogador. 

De acordo com informações apuradas pelo portal CoralNET, o Palmeiras-SP encaminhou o acerto com Keno e o acordo é de aproximadamente R$ 3 milhões, referentes a 60% dos direitos econômicos.  O Santa Cruz vai ganhar 30% do valor de compra pelo direito de vitrine estipulado no contrato. 

Foto: CoralNET

Compartilhe:

Segunda passagem pelo Santa dá maior valorização da carreira a Keno, que vai para o Palmeiras

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.