Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

51,5

Classifique:

Futebol Profissional

De saída para o Linense, Edson Kolln é mais um que não fica no Santa Cruz em 2017

Publicado: quinta-feira,1 de dezembro de 2016, às 11:30
Por: Daniel Lima

Com a temporada 2016 muito perto do fim, o elenco do Santa Cruz começa a sofrer desmanche. Mais um jogador que vai deixar o Arruda é o goleiro Edson Kolln, anunciado como novo reforço do Linense-SP para a disputa do Campeonato Paulista de 2017. Como o contrato do arqueiro é até 10 de dezembro deste ano, ele segue treinando normalmente, mas está fora da última rodada do Brasileiro da Série A, contra o São Paulo-SP, no estádio Pacaembu, no dia 11 deste mês.  

Edson Kolln teve uma passagem curiosa no Santa Cruz. Ao ser apresentado no clube no início de janeiro deste ano, o goleiro disse ser "pegador de pênaltis", mas o histórico recente não mostrava isso. Nas últimas duas temporadas, não defendeu nenhuma penalidade quando vestia a camisa da Luverdense-MT, onde foi um dos destaques na Série B de 2015.

Aos 25 anos de idade, o goleiro recebia a maior chance da sua carreira e esperava uma oportunidade para substituir Tiago Cardoso. Na era Doriva, ex-técnico do Santa, virou titular por conta das sucessivas falhas de um dos maiores ídolos do clube, que pela primeira vez em quase seis anos no Arruda foi colocado no banco de reservas. Em toda sua trajetória no tricolor, Edson Kolln jogou apenas seis partidas e sofreu 11 gols. Foram dois jogos na Copa do Brasil, um na Copa Sul-Americana e três na Série A do Brasileiro.

Até agora, três jogadores já se desligaram do Santa Cruz antes do fim da Série A: o meia Wágner, o volante Danilo Pires e o atacante Marion. A expectativa é que nos próximos dias mais atletas acertem sua saída do Arruda.

Compartilhe:

De saída para o Linense, Edson Kolln é mais um que não fica no Santa Cruz em 2017

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.