Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

51,5

Classifique:

Futebol Profissional

Desmotivado para buscar artilharia da Série A, Grafite diz que não há mais clima para jogar em 2016

Publicado: sexta-feira,2 de dezembro de 2016, às 14:39
Por: Messias Amorim

O Santa Cruz ainda tem uma partida para realizar, que é contra o São Paulo-SP, no próximo dia 11, às 16h (horário do Recife), no Estádio Pacaembu. Assim, encerra sua participação na Série A do Campeonato Brasileiro. A tragédia que houve com a Chapecoense/SC vem deixando clubes e atletas sensibilizados. Para Grafite, não há mais clima para jogar futebol em 2016. Segundo o jogador, é complicado pensar em mais alguma coisa este ano e não faz sentido entrar em campo nesta temporada.

“É situação é adversa para nós. No meu entender, no ano de 2016 não há mais clima para jogar futebol, depois dessa tragédia que aconteceu na Colômbia. É difícil pensar em alguma meta, pois tudo fica inválido. Eu sei que existem jogos importantes na rodada e iremos com o nosso profissionalismo. É claro que existe a possibilidade de eu ser artilheiro, mas desde segunda-feira está difícil pensar em alguma coisa. Vamos para o jogo e talvez até lá a motivação esteja melhor. Com tudo isso que aconteceu, não faz mais sentido jogar uma partida oficial em 2016”, lamentou o atacante.

O camisa 23 também falou sobre sua função extracampo no Santa Cruz. O atleta revelou que seu papel vai além do que é feito dentro de campo e afirmou que está na “transição” para a direção do Tricolor Pernambucano. No ano que vem, o artilheiro quer estar ainda mais perto de se tornar um dirigente do clube coral.

“Desde a minha chegada, em 2015, não tenho um papel apenas dentro de campo. Tenho um papel importante no dia a dia do clube. Tenho contato e sei das coisas que acontecem. Muitos conversam comigo e pedem minha opinião, então estou na fase de transição (para a diretoria). Espero que em 2017 eu já esteja ainda mais nessa transição. Eu quero jogar enquanto eu estiver bem, mas a tendência é de que no ano que vem eu esteja bem encaminhado (para ser dirigente)”, declarou. 

PROFISSIONALISMO
“Estamos pensando o que iremos fazer. É difícil encontrar motivação para treinar, mas sou funcionário do clube e sou profissional no que gosto de fazer. Vou continuar treinando e vou para o jogo, mas temos que ver se teremos um bom time para fazer um bom jogo contra o São Paulo. Estou à disposição do clube e se tiver que jogar eu irei procurar fazer o meu melhor”, disse.

FUTURO
“Tive um encontro com Alírio (Moraes, presidente do Santa Cruz) nessa semana e conversamos sobre várias coisas. Sobre o planejamento, o que foi feito, o que deu errado... Ele não tem ainda essa definição para o ano que vem, mas há um interesse que eu permaneça. Contudo, vai depender do planejamento que será feito para o ano que vem. Não temos essa definição ainda e pelo adiamento da rodada vai se estender por mais uns dias. Vamos ficar na expectativa para resolver nossa situação no clube”, encerrou Grafite.

Foto: CoralNET

 

Compartilhe:

Desmotivado para buscar artilharia da Série A, Grafite diz que não há mais clima para jogar em 2016

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.