Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

82,4

Classifique:

Futebol Profissional

Santa Cruz usa pouco a base em 2016 e promessa é de mais chances à garotada no próximo ano

Publicado: domingo,18 de dezembro de 2016, às 10:54
Por: Daniel Lima

A presença de atletas da base no time tornou-se uma marca do Santa Cruz nos anos da recuperação do clube no cenário nacional do futebol brasileiro. Muitas vezes, a garotada foi trunfo nas conquistas. Não é o caso de 2016. Nesta temporada, os pratas da casa tiveram poucas oportunidades, mesmo integrados ao elenco profissional, e durante o Campeonato Brasileira da Série A nenhum foi titular absoluto ou utilizado com certa frequência. 

Este ano, oito jogadores oriundos das categorias de base estiveram no elenco: Miller, Walter Guimarães, Eduardo, Wellington Cézar, Marcílio, Renatinho, Williams Luz e Léo. Esse último subiu para o profissional nas duas últimas semanas de treinos da temporada e tudo indica que tenha chances no próximo ano. 

O volante Wellington Cézar foi o prata da casa do Santa que mais atuou na temporada deste ano. Jogou 28 partidas, mas apenas quatro da Série A. Poderia aparecer na equipe coral com mais frequência se não tivesse passado por uma artroscopia no joelho direito. Ele até começou como titular no Brasileiro, mas depois da pequena cirurgia teve uma tendinite na região e ficou inativo por mais de dois meses realizando fisioterapia intensamente. 

O que mais se aproxima de Wellington Cézar, em termos de frequência, é Marcílio. O meia atuou em 14 jogos, sendo seis deles no Brasileiro da Primeira Divisão. Já Renatinho, mais experiente e com mais história, teve uma participação apagada este ano. Jogou apenas oito partidas (três na Série A) e ficou quase três meses se recuperando de uma lesão no púbis. Inclusive, foi fazer um tratamento especial no Atlético-PR durante a temporada. 

O coordenador técnico do Santa Cruz, Ataíde Macedo, afirmou que alguns jovens talentos do Sub-20 podem aparecer no elenco em 2017 e a oportunidade deve ser maior para os jogadores formados nas divisões de base do clube. 

“Vamos dar uma ênfase e uma atenção maior aos atletas oriundos da base. Sabemos que vai ser um ano difícil e esses atletas merecem uma chance maior, independente da situação financeira. Certamente, a garotada vai fazer parte do nosso elenco no próximo ano”, declarou. 

Foto: CoralNET

Compartilhe:

Santa Cruz usa pouco a base em 2016 e promessa é de mais chances à garotada no próximo ano

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.