Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

85,8333333333333

Classifique:

Futebol Profissional

No Santa, Elicarlos esquece polêmica com o Náutico e quer ser campeão pela primeira vez em PE

Publicado: segunda-feira,16 de janeiro de 2017, às 17:18
Por: Daniel Lima

Apresentado oficialmente pelo Santa Cruz nesta segunda-feira (16), no estádio Grito da República, em Olinda, Elicarlos volta ao Recife para defender o terceiro clube pernambucano. Além da passagem pelo Porto, de Caruaru, onde foi revelado, o volante jogou no Náutico três vezes (2006 a 2008, 2011 a 2014 e 2015 a 2016).  Com mais de 200 partidas com a camisa alvirrubra, ele teve uma saída polêmica há três anos e foi até afastado na ocasião. 

À época, disseram que o jogador estava fazendo corpo mole por não receber salários, mas segundo ele o problema era muito maior e preferiu não citá-los. Mesmo ciente das dificuldades financeiras do Santa, Elicarlos abraçou o projeto pela grandeza do clube. 

“Na vida a gente tem desafios. Muitos falam que por conta de salários atrasados eu decidi sair do Náutico e não foi isso. Envolveu muita coisa e só eu sei o que passei. Tudo que tinha de errado no clube falavam que era eu. Então, teve um momento que não deu para eu permanecer. Não foi salário. Sei da situação do Santa Cruz. Vamos buscar erguer o clube”, declarou. Apesar de tudo que aconteceu no Náutico, Elicarlos não guarda mágoa do ex-clube. 

“Não vou declarar nada. Não tenho nada contra o Náutico. Vocês têm que perguntar aos diretores que estavam lá. Pode perguntar sobre salários atrasados e se eles confirmarem quantos meses ou quanto foi o valor, se for exato, eu confirmo. Foram muitas coisas. Quando ganhava, ninguém se importava com Elicarlos. Quando perdia, falavam que a culpa era minha", completou.  

Perguntado se recebeu alguma garantia do Santa Cruz em relação a salários, o volante, de 31 anos, descartou esse tipo de acordo. No tricolor, espera ser campeão pela primeira vez em Pernambuco. “Não teve nada de garantia. Eu vim pela proposta do clube. Aceitei o convite pela grandeza e por essa torcida fiel. Meu objetivo é ser campeão, pois aqui é o único estado onde não conquistei títulos e joguei por muito tempo. No Cruzeiro, fui bicampeão estadual. Faltou isso no Náutico. Fiquei devendo. Espero que no Santa seja diferente”, acentuou. 

PROPOSTA
“Valeu a experiência de ter ido lá (no Catar). Infelizmente não aconteceu a proposta concreta e de maneira correta. O Santa Cruz já vinha me procurando e decidi voltar. Vim pra cá almejando coisas boas em 2017 e vou procurar fazer o melhor possível. Vamos procurar manter os títulos do ano passado (Copa do Nordeste e Campeonato Pernambucano) no primeiro semestre. No segundo, vamos buscar o acesso para a Série A”, detalhou. 

EUTRÓPIO
“Eu estava meio esquecido em 2014 no Náutico por motivos diferentes de coisas que não tinham a ver comigo. Ele procurou saber do meu comportamento dentro e fora de campo e viu que não tinha nada a ver com as situações. Me convidou para a Chapecoense e fizemos um bom 2015. Ano passado, me convidou para o Figueirense. E este ano, conversou comigo e aceitei ajudar ele no Santa Cruz”, encerrou. 

Foto: CoralNET

Compartilhe:

No Santa, Elicarlos esquece polêmica com o Náutico e quer ser campeão pela primeira vez em PE

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.