Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

73,5714285714286

Classifique:

Futebol Profissional

Eutrópio agradece à torcida, destaca reconstrução e fala em time base

Publicado: sábado,21 de janeiro de 2017, às 21:04
Por: César Rosati

O Santa cruz iniciou bem a temporada, venceu a equipe do Paysandu por 1 x 0 neste sábado (21), no estádio do Arruda e conquistou o primeiro título do ano, a Taça Asa Branca, disputada entre os atuais campeões do Nordeste contra os campeões da Copa Verde. Com a exibição, os atletas corais deram esperança e alegria aos mais de 14 mil torcedores que compareceram no reencontro do Santa Cruz com o Aruuda. 
 
Em entrevista coletiva após o jogo, o técnico Vinícius Eutrópio agradeceu o apoio vindo das arquibancadas, inclusive os que não foram para a partida. Para o comandante, é válido lembrar que há pouco tempo o Santa não tinha nem um time, resultado da saída em massa dos atletas que defenderam o manto coral na temporada passada. O técnico coral ainda falou sobre o time base para este começo de ano e a procura por um novo atacante. 
 
TORCIDA 
"Em primeiro lugar, quero agradecer a participação do torcedor. Não só a vinda mas a participação efetiva durante o jogo e dizer que a gente tá esperando também o torcedor que ficou em casa, por isso queria agradecer muito e parabenizar os jogadores", destacou o comandante tricolor. 
 
RECONSTRUÇÃO 
"Para mim foi muito positivo. Há dezenove dias atrás a gente não tinha uma equipe e hoje a gente tem uma time. Trabalhamos dia e noite para trazer jogadores com experiência, que já tiveram e tem bom histórico no futebol. A diretoria se empenhou em montar uma pré-temporada num campo recém  inaugurado, então nós não perdemos nenhum dia de sessão de trabalho, nós não deixamos de trabalhar nenhum dia por nenhum jogador e isso é importante. É um desafio grande, você reunir vinte e oito jogadores vindo de lugares diferentes, cabeças diferentes e já tentar dar um corpo", ressaltou. 
 
ORGANIZAÇÃO 
"Vejo que o time teve o mínimo de organização boa e consciência daquilo que a gente trabalhou nesses dias. É óbvio que falta ainda aquela questão atlética, não está todo mundo cem por cento, se estivesse alguma coisa estaria errada. Nós queimamos etapas justamente pra tá representando minimamente bem o Santa Cruz em termos de organização e em termos de pegada, que é o que a gente está pedindo para os jogadores e eles estão executando. Primeira coisa que a gente tem que ter é essa vontade, esse nível de conscientização que nós tivemos e a entrega deles mesmo não estando cem por cento", avaliou. 
 
ANÁLISE DA PARTIDA 
"Gostei do nível de comprometimento, do nível de concentração, a organização defensiva e ofensiva, a conscientização deles de saber em todo momento onde estava a bola e o que fazer nas partes defensivas que a gente trabalha. Também gostei da atitude, é um time que gosta de jogar e que toca a bola. Eu gosto de jogar realmente desde o zagueiro até o atacante com jogadores de qualidade mesmo, que saibam sair jogando, e gosto também do time com muita velocidade, muita transição e isso nós conseguimos fazer no primeiro tempo algumas vezes. No segundo obviamente pelo nível físico que estamos nós não conseguimos", analisou. 
 
TIME BASE 
"Provavelmente este será o time base. A opção é pelo que o Éverton mostrou um poder de entendimento daqui que a gente estava treinando e o Primão vinha bem por dentro, com um nível de qualidade e de posse de bola muito bom, Então eu quis nesse lado ganhar posse de bola com o Primão, mas, não perder a profundidade com o Éverton. Poderia ter feito isso também com o Thomás que vem atuando bem, mas eu preferi trazer o Éverton, porque se eu coloco o Primão junto do Thomás, a gente acaba perdendo essa profundidade e Primão e Éverton aí já se casa melhor", confirmou. 
 
 ZÉ CARLOS 
"Pegou todo mundo de surpresa, inclusive a mim, mas temos que trabalhar com soluções, nós temos que apresentar soluções, como também todos os jogadores. A partir do momento que ocorreu esse fato eu reuni os jogadores, falei para eles o que eu pensava, de que forma a gente tinha que encarar, virar a página e apresentar soluções dentro do próprio elenco. Eu trabalhei com o André que já vinha conosco, trabalhei com o Barbio também. Hoje ele entrou, numa função também que ele incomoda muito. A gente tá no mercado já em contato com alguns atletas, para substituir Grafiti e agora o Zé Carlos, esse tipo de atleta para que a gente possa dar tranquilidade para os garotos", finalizou.

OUÇA A ENTREVISTA DO COMANDANTE CORAL

Compartilhe:

Eutrópio agradece à torcida, destaca reconstrução e fala em time base

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.