Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

9,36363636363637

Classifique:

Futebol Profissional

Eutrópio destaca garra do Santa para buscar empate e aponta erros na estreia como naturais

Publicado: quarta-feira,25 de janeiro de 2017, às 21:51
Por: Daniel Lima

O resultado do Santa Cruz com o Campinense-PB pelo placar de 1 a 1, na estreia da Copa do Nordeste, não diz o que foi o jogo em Campina Grande, nesta quarta-feira (25), no estádio Amigão. Após sofrer um gol aos 39 minutos do segundo tempo, os tricolores foram valentes e conseguiram arrancar um empate no fim eletrizante da partida. Invicto no comando, o técnico Vinícius Eutrópio destacou a garra e a luta dos seus jogadores, que, mesmo jogando mal, lutaram até o final para empatar o duelo. 

“Temos um grupo de homens e todos os jogadores estão representando muito bem o Santa Cruz. Lutaram até o fim. Eu acho que esse empate foi premiado justamente por isso. Mesmo com uma desvantagem muito grande em ritmo de jogo, nós buscamos o tempo todo”, enalteceu. 

A atuação sofrível do time do Santa na partida fora de casa contra o Campinense-PB pode até ter deixado a torcida tensa, mas não preocupou o treinador Vinícius Eutrópio. Para ele, os erros cometidos durante os 90 minutos são naturais pelo fato da equipe estar em reconstrução.  

“Tentamos igualar o jogo no primeiro tempo abrindo muito time e demos espaços. No segundo tempo, compactamos mais e a partida foi bem controlada a nível defensivo. Obviamente, faltou a construção (das jogadas). Isso são coisas naturais nesse momento. Estamos em formação e jogamos contra uma equipe que está na nossa frente em termos de preparação”, avaliou. 

RECUPERAÇÃO 
“Temos tantas coisas a serem colocadas para os jogadores, como conjunto e princípios de jogo. Infelizmente, vamos ter que ficar na teoria. Vamos respeitar o descanso desses jogadores, que é mais necessário que um treino forte. Como nosso time ainda não está entrosado, uns precisam cobrir as falhas dos outros. Erros vão existir. A gente fica ansioso para corrigir, mas temos que respeitar a condição física de cada atleta, até porque o calendário brasileiro marca jogo de três em três dias”, disse. 

ENTROSAMENTO
“Só temos 21 dias de trabalho. Vamos adquirir (o entrosamento) com um tempo. Aos poucos, ao longo dos jogos, iremos conhecendo os jogadores. É um time em construção. O mais importante é a resposta dos jogadores e a entrega deles. E isso vai nos dar tranquilidade”, encerrou o técnico coral. 

OUÇA A ENTREVISTA 

 

Compartilhe:

Eutrópio destaca garra do Santa para buscar empate e aponta erros na estreia como naturais

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.