Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

85,8333333333333

Classifique:

Futebol Profissional

Eutrópio comemora empate com o Sport, mas critica árbitro do Clássico das Multidões

Publicado: sábado,18 de fevereiro de 2017, às 19:51
Por: Daniel Lima

Mesmo empatando dentro de casa, o técnico Vinícius Eutópio tem motivos para comemorar o resultado de 1 a 1 com o Sport Recife, neste sábado (18), no estádio do Arruda, pelo Hexagonal do Título do Campeonato Pernambucano. Isso porque seu time saiu atrás no placar, jogou com um homem a menos desde os dois minutos do segundo tempo e conseguiu, com muita determinação e força de vontade, buscar o empate no primeiro Clássico das Multidões do ano. De quebra, manteve-se invicto na atual temporada.

“O jogo começou equilibrado e a partir de algumas controvérsias de cartões nosso time perdeu um pouco do foco no final do primeiro tempo. Isso nos desestabilizou. Mas, mesmo assim, procurei pedir no intervalo aos jogadores que cuidassem apenas da nossa parte técnica. Sinto muita pena por ficar com dez jogadores durante todo o segundo tempo, pois poderia ser um jogo mais firme. Tivemos que mudar a nossa estratégia”, analisou. 

Por todas as adversidades vividas no clássico, ele festejou o empate e aproveitou para criticar a arbitragem de Sebastião Rufino Filho. Além de expulsar Eutrópio e Daniel Paulista, técnico do Sport Recife, após o fim do primeiro tempo, o árbitro não deu cartão vermelho para Magrão, que teve a sorte do lance ser invalidado por conta de um impedimento duvidoso. Para o técnico do Santa,  o erro foi determinante para alterar o resultado do clássico. 

“O fundamental foi a história do jogo. O primeiro fator seria a expulsão de Magrão. Isso mudaria completamente o jogo. Teríamos um a mais e ainda estávamos jogando bem. Esse erro considero como crucial. Independente de ter sido impedimento, que não foi, ele deu uma pancada em Halef. Tinha que ser expulso. Em virtude de tudo isso... terceiro clássico, jogando com um homem a menos e da forma que propusemos o jogo considero realmente como uma vitória pra gente”, declarou.  

EXPULSÕES
“Eu nem vi a expulsão (de André Luís), pois estava subindo para os camarotes. Com dez jogadores, nosso time ficou mais receoso com o que poderia acontecer por conta da arbitragem. O gol premiou uma equipe que lutou contra muita coisa nesse clássico. A expulsão é uma coisa que acontece naturalmente em todos os jogos. Eu e Daniel (Paulista) somos super tranquilos e educados e sequer fomos questionar qualquer tipo de tomada de decisão dele. Ele falou: vem reclamar? Eu disse que não. Não desrespeitamos de forma alguma. Acho que ele foi excessivamente rigoroso por uma coisa que acontece naturalmente”, ponderou. 

OUÇA ENTREVISTA DE VINICIUS EUTRÓPIO 

SAIBA MAIS

Constantino Júnior detona a arbitragem do clássico: “O Santa Cruz foi claramente prejudicado”

 

Compartilhe:

Eutrópio comemora empate com o Sport, mas critica árbitro do Clássico das Multidões

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.