Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

77,25

Classifique:

Futebol Profissional

Sem confirmar a equipe, Givanildo lamente desfalques e falta de tempo para treinar

Publicado: sexta-feira, 14 de julho de 2017, às 13:06
Por: Leonardo Albertim

Givanildo Oliveira chegou ao Santa Cruz e ainda não encontrou o tempo desejado para realizar treinamentos e ajustar a equipe à sua maneira. Além da maratona de jogos e viagens, o comandante também vem sofrendo com os desfalques. Para o Clássico diante do Náutico, o treinador coral preferiu não divulgar a escalação devido ao receio de perder mais atletas.

São quatro desfalques, além de Roberto - que deixou o clube -, e três novidades. Nininho, Elicarlos, Thiago Primão e Ricardo Bueno ficam de fora. Léo Lima, Bruno Paulo e André Luis retornam.

No último treinamento realizado pelo elenco, que aconteceu na manhã de sexta-feira (14), a equipe que participou da movimentação de bola parada contou com duas mudanças. André Luis, que retorna de suspensão, entrou na vaga de William Barbio, enquanto Halef Pitbull ficou com o lugar do lesionado Ricardo Bueno.

“Ele (Pitbull) vai começar o jogo. Os outros 9 (de linha), nós vamos esperar um pouquinho. William (Barbio) saiu com problema na panturrilha, o próprio Augusto saiu com problema. Eu não gosto de dizer o time em Campeonato Brasileiro. Temos essas condições de contusão, vamos analisar para ver quem nós vamos colocar”, disse o treinador.

ATACANTES

“Os dois (Pitbull e Facundo) entraram no último jogo. Só fiz um coletivo desde que cheguei aqui. Estamos com jogo em cima de jogo e temos a situação do nosso campo. Passamos uma hora para chegar aqui (Aldeia) hoje. Agora vamos ter mais uma hora para voltar. É chato. Mas temos essa escolha no ataque pelo que estou vendo nos treinamentos e na base da conversa. Não estou com tempo para fazer coletivo”.

EMPENHO

“A gente também mudou algumas peças desde que cheguei. Não foi radical, claro. Não tivemos contratações. Mas esperamos um time aguerrido como foi no último jogo. Foi à quinta vez que joguei naquele campo (Passo das Emas), e tivemos uma boa reação. Podíamos ter levado o terceiro gol, pelo fato de eu ter arriscado muito. Mas felizmente fomos buscar o resultado. Vamos ter três jogos em casa, pelo fato de ser em Recife. Queremos fazer o dever para chegar no G4”.

NÁUTICO

“O Náutico mudou bastante. Mas é clássico, todo mundo conhece, todo mundo sabe como é. Tudo é diferente, tudo muda”.

PRESIDENTE

"Eu não digo que será um almoço, pois não sou muito chegado a isso. Mas vamos ter uma conversa, ele deve estar no Arruda e vamos sentar. Ele estava em viagem e voltou agora. E também vamos tratar sobre reforços".

ANSIEDADE

“É difícil mudar isso. Não sei se é ansiedade, mas sempre tem um frio na barriga. Fico torcendo para que o jogo comece logo. É uma adrenalina que corre forte, porque mexe com muita coisa”.

Compartilhe:

Sem confirmar a equipe, Givanildo lamente desfalques e falta de tempo para treinar

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.