Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

51,5

Classifique:

Futebol Profissional

Lamentando dificuldades à frente da equipe, Martelotte elogia postura dos jogadores

Publicado: terça-feira, 14 de novembro de 2017, às 23:35
Por: Alexandre Ricardo

O discurso melancólico deu o tom da história do técnico Marcelo Martelotte à frente do Santa Cruz nesta reta final de Série B. Depois de empatar com o Paraná Clube no Estádio do Arruda, o treinador coral voltou a mostrar bastante abatimento com os problemas que afetam o dia a dia do clube. 

Porém, houve espaço para que o rendimento dentro de campo da equipe coral fosse mais uma vez elogiada. O adversário, que se encontra no G4 da Série B e está próximo de garantir o acesso, valorizou o empenho dos jogadores na ótica de Martelotte. 

" A atuação foi boa, fizemos um jogo correto diante de um adversário difícil. A estratégia foi montada no vestiário e na palestra que tivemos antes da partida. Não tivemos oportunidade de treinar com a equipe que entrou em campo hoje. Poderíamos ter vencido, a expulsão de João Paulo acabou prejudicando um pouco, teríamos mais tempo para ir em busca do resultado. Mas com todas as incertezas, fiquei satisfeito ". 

Voltando a falar sobre os desafios que tem enquanto treinador e importante figura no intermédio entre os atletas, o comandante coral elogiou a postura adotada diante dos acontecimentos nos últimos dias. 

" Os jogadores tiveram uma atitude correta. Acharam melhor entrar em campo e jogar, fazendo isso com muito caráter e competência. A situação chegou no limite. Sempre honraram a camisa do Santa Cruz e deram outro demonstrativo de grandeza ". 

INÉDITO 
" Nunca passei por situação como essa. É a primeira vez que acontece comigo, não é algo normal numa carreira. A situação é complicada há bastante tempo e estamos sempre trazendo aspectos relacionados a estes problemas. Evitei ao máximo falar destes problemas extra-campo, mas tudo chegou a um patamar incômodo ". 

CONVERSAS 
" Neste momento, não precisa mais de conversa, diálogo. O que precisa é dar uma solução para que os jogadores se sintam mais confiantes. Não temos como intermediar tudo sem algo concreto. Existiu jogo hoje por conta de uma promessa, não pelo acerto ". 

FUTURO 
" Para a sequência do campeonato existe essa insegurança. Tomara que tudo possa ser resolvido para o final de ano não ser ainda mais melancólico. Não sei sobre minha situação, não pensei se vou continuar ou sair. Meu pensamento era tirar o clube desta situação e foi tudo muito desgastante para mim ". 

Compartilhe:

Lamentando dificuldades à frente da equipe, Martelotte elogia postura dos jogadores

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.