Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

51,5

Classifique:

Futebol Profissional

Executivo de futebol coral comemora manutenção de espinha dorsal no elenco

Publicado: quinta-feira,8 de novembro de 2018, às 18:19
Por: Alexandre Ricardo

O otimismo da diretoria do Santa Cruz para o início dos trabalhos vem se justificando por alguns fatores em relação à temporada 2018. Além de um maior tempo para planejar as competições que o Mais Querido terá pela frente, a permanência de atletas vem sendo encarada como uma das principais armas para iniciar o ano numa melhor preparação. 

Ao todo, dez atletas que foram inscritos na Série C deste ano têm vínculo assegurado com o clube tricolor para 2019. São eles os goleiros Ricardo Ernesto e Lucas Silva, os defensores Danny Morais e Eduardo Brito, os volantes Charles e Eduardo, os meias Hericles e Jeremias, além dos atacantes Augusto e Pipico.

Na sua apresentação oficial como diretor executivo de futebol, Luciano Sorriso falou sobre a possibilidade de montar um plantel com uma espinha dorsal à disposição. De acordo com ele, que tem sua primeira oportunidade como gestor, os desafios são muito maiores quando é recebida a missão de formar um grupo praticamente do zero. 

" Um alicerce é fundamental em qualquer trabalho. O Santa Cruz hoje tem uma base, um número bom de jogadores com contrato. E como qualquer espinha dorsal, tem que ser reforçada. Nossa expectativa é utilizar isso a favor para que voltemos a ter conquistas e seja um ano diferente em relação aos objetivos. Ainda temos o trabalho com os pratas da casa, que vai agregar bastante ", comentou o dirigente. 

Sobre a busca por contratações, o executivo pontuou a necessidade de minimizar as chances de erro. A experiência como atleta e o bom relacionamento que construiu durante a carreira são considerados como trunfos para aproximar potenciais reforços. 

" No meu ponto de vista, não podemos ter um número alto de contratações e não conseguirmos um bom retorno diante disso. Nossa missão é ter um índice alto de acerto. Já tenho falado com vários atletas. O fato de eu ter sido jogador auxilia nesse aspecto, de conhecer o dia a dia e poder aproximar o mercado. Sempre procurei ter esse contato dentro e fora de campo ", garantiu.

Compartilhe:

Executivo de futebol coral comemora manutenção de espinha dorsal no elenco

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.