Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

68,6666666666667

Classifique:

Futebol Profissional

Rendendo elogios ao clube, Diego Lorenzi apresenta suas características em campo

Publicado: terça-feira,18 de dezembro de 2018, às 16:46
Por: Alexandre Ricardo

Com 28 anos, o volante Diego Lorenzi é um dos atletas mais experientes entre os nomes contratados pelo Santa Cruz até o momento. Com dupla cidadania (brasileira e italiana), o jogador foi apresentado oficialmente e relembrou um pouco da sua trajetória, que conta com um bom número de clubes. 

Além de passar por equipes do futebol europeu, o volante relembrou os dois acessos que alcançou na carreira. Um deles, de acordo com ele, é considerada a maior conquista, sob comando de um ídolo do Santa Cruz. 

" Meu primeiro acesso foi com o Boa Esporte, saindo da Segunda Divisão do Campeonato Mineiro. Em 2015, aconteceu a maior conquista da minha carreira com o América/MG, subindo para a Série A do Brasileiro, junto com um grande ídolo do Santa Cruz que é Givanildo Oliveira, um grande treinador que tive e uma grande referência ", recordou. 

Na metade do ano passado, quando vestia a camisa do Luverdense/MT, Diego Lorenzi sofreu uma grave lesão nos ligamentos do joelho. Iniciando 2018 ainda no clube mato-grossense, foi transferido para o Londrina/PR, onde atuou em 14 partidas, entre Campeonato Paranaense e Série B do Brasileirão. Realizando uma análise da temporada, o jogador também falou sobre as suas características. 

" Foi meu primeiro ano após a lesão. Começou muito melhor do que eu esperava e acabou pior também. Mas tive muita aprendizagem e o problema foi deixado para trás. Hoje em dia, o volante não tem muito essa de primeiro ou segundo. Gosto de ter marcação forte e tenho um bom passe curto. Dentro de campo, fica a critério do treinador onde ele acha que eu vou render mais ", respondeu. 

RESPONSABILIDADE
" Todo jogador que chega no Santa Cruz, tem que vir com o objetivo de atingir conquistas. É uma carga pesada. Venho para ajudar, mas essa pressão não vai atrapalhar no decorrer do trabalho. Desde o primeiro momento que houve o contato, os olhos brilharam. Pela torcida, pela grandeza do clube, te faz sentir um jogador de verdade ".

CHEGADA 
" Desde o primeiro dia, me senti à vontade. Na comissão técnica, tudo que é preciso todos estão disponíveis para ajudar. Profissionais sérios, engajados com o clube. Isso motiva. Trabalhei com o auxiliar Fernando Alves, quando estive no Sampaio Corrêa/MA. O Leston é um treinador moderno, que preza muita pela intensidade nas fases ofensiva e defensiva. Hoje em dia, sem inteligência tática, não somos ninguém no futebol ".

Compartilhe:

Rendendo elogios ao clube, Diego Lorenzi apresenta suas características em campo

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.