Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

77,25

Classifique:

Futebol Profissional

Empresário reconhece possibilidade de Eduardo Brito ser negociado

Publicado: segunda-feira,24 de dezembro de 2018, às 11:29
Por: Alexandre Ricardo

Com o elenco sendo ajustado e recebendo chegadas para o início da temporada 2019, uma saída pode acontecer nos próximos dias. O zagueiro Eduardo Brito, de 22 anos, vem sendo alvo de propostas de clubes das Séries A e B. Formado nas categorias de base do Porto de Caruaru, o jogador foi lançado ao profissional do Mais Querido em 2016.

Quem reconhece a informação é o empresário do atleta, Cristian Manica. De acordo com ele, o Santa Cruz é detentor da maior parte dos direitos econômicos do defensor. O vínculo de Eduardo Brito com o clube coral vai até dezembro de 2020. 

" Existem algumas conversas encaminhadas mas a situação ainda não está 100% fechada. Por ter contrato, ele sairá do Santa Cruz através de uma compra, ou alguma composição envolvendo jogadores que beneficie o clube. Acredito que essa semana já tenha um desfecho, ou pode levar mais uns dez dias. Agora tem toda uma segunda parte, que envolve tempo de contrato e salário. Uma situação gerenciada por mim ", contou o agente, em entrevista à Rádio CBN Recife. 

Segundo o executivo de futebol tricolor, Luciano Sorriso, o departamento jurídico vem verificando a possibilidade da negociação. Sem ser utilizado nas últimas movimentações comandadas pelo técnico Leston Júnior, Eduardo Brito vem tratando uma lesão no músculo posterior da coxa esquerda. 

Em 2018, o atleta foi utilizado em oito partidas da equipe principal, além de atuar em cinco jogos no Campeonato Brasileiro de Aspirantes. Desempenhando também a lateral-esquerda, foi o reserva imediato de Allan Vieira na disputa da Série C do Brasileirão. 

Foto: Assessoria de Imprensa/Santa Cruz

Compartilhe:

Empresário reconhece possibilidade de Eduardo Brito ser negociado

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.