Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

68,6666666666667

Classifique:

Futebol Profissional

Reencontrando o Botafogo/PB, técnico coral alerta para força do adversário

Publicado: segunda-feira,14 de janeiro de 2019, às 09:18
Por: Alexandre Ricardo

A estreia do Santa Cruz na Copa do Nordeste e na temporada reserva muitos aspectos que tornam a ocasião especial. Além de se tratar do primeiro jogo oficial do técnico Leston Júnior à frente do Mais Querido, o duelo também caracteriza o reencontro do profissional com o Botafogo da Paraíba, último clube que o treinador trabalhou. 

Por lá, o comandante de 40 anos conquistou o Campeonato Estadual do ano passado, saindo em comum acordo durante a disputa da Série C. Foram 34 partidas conduzindo o Belo de João Pessoa, com retrospecto de 17 vitórias, oito empates e nove derrotas, totalizando um aproveitamento de 37,8%, entre o Paraibano, Copa do Nordeste e Campeonato Brasileiro. 

Adotando treinamentos reservados nestes últimos dias de preparação, o técnico falou sobre as dificuldades que o Santa Cruz vai encontrar num ambiente que ele conhece bem: o Estádio Almeidão. Reconhecendo que conhece boa parte do elenco adversário, Leston Júnior espera uma partida bastante disputada. 

70% do elenco do Botafogo/PB, eu participei da montagem no final de 2017. Conheço boa parte dos atletas, mas estão sob outra metodologia, outro treinador. Você conhece mais o individual do que qualquer outra coisa. Mas espero muita dificuldade, historicamente eles conseguem aproveitar bem o fator casa. É um campo com grama rala, o jogo fica rápido ", avisou. 

Foram dois dias de movimentações fechadas, no CT Ninho das Cobras. Nesta segunda-feira(14), à tarde, os relacionados pela comissão técnica são submetidos a uma atividade que encerra os preparativos, reconhecendo o palco do jogo, também sem a presença da imprensa. A medida adotada foi comentada pelo zagueiro Danny Morais, que não enxerga muita coisa a esconder neste momento. 

Respeito as escolhas dele (Leston Júnior), mas hoje em dia não tem como causar muito segredo. Claro que para fazer alguma jogada, um detalhe, é válido esse momento de maior privacidade. Acho que tem que ser independente, o fundamental é que a gente trabalhe bem e faça valer tudo isso quando a bola rolar ", opinou o capitão coral. 

Foto: Assessoria de Imprensa/Santa Cruz

Compartilhe:

Reencontrando o Botafogo/PB, técnico coral alerta para força do adversário

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.