Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

88,2857142857143

Classifique:

Futebol Profissional

Elenco assume responsabilidade de garantir receita ao clube com a Copa do Brasil

Publicado: terça-feira,12 de fevereiro de 2019, às 15:17
Por: Alexandre Ricardo

Nos últimos anos, a Copa do Brasil vem sendo encarada como uma oportunidade para os clubes levantarem receitas importantes para toda temporada. O que não é diferente com o Santa Cruz, que atualmente disputa a Série C do Campeonato Brasileiro e não tem cotas televisivas garantidas na competição. 

Só pela participação na primeira fase da Copa do Brasil de 2019, o Mais Querido tem um valor garantido de R$ 525 mil, podendo alcançar mais R$ 625 mil em caso de êxito no duelo com o Sinop/MT por uma vaga na segunda etapa do torneio. O que geraria, em apenas dois jogos realizados, um montante de R$ 1,15 milhão.

No período de 2011 a 2018, o Clube do Povo conseguiu o valor de R$ 4,48 milhões disputando a Copa do Brasil, mesmo sem nunca ter passado da terceira fase, com exceção da edição de 2017, quando entrou na competição diretamente nas oitavas de final, após o título da Copa do Nordeste no ano anterior. 

Ciente do peso da partida contra o Sinop/MT, o capitão Danny Morais enxerga que a responsabilidade não pode atrapalhar os atletas dentro do campo. Ainda de acordo com o zagueiro, o Santa Cruz precisa ter o maior nível possível de concentração para voltar a Recife com o resultado positivo. 

" Não se pode esconder. Hoje, o clube está se reestruturando e precisa desses valores que certamente vão contribuir para a saúde financeira. Mas os jogadores não podem se envolver com isso, é uma carga que naturalmente vem e a gente entende. Mas isso está sendo muito bem levado pela diretoria e temos jogadores experientes que entram na linha de frente para evitar um peso a mais ", disse Danny Morais. 

Cotas da Copa do Brasil 2019 que o Santa Cruz está sujeito a receber: 

1ª fase – R$ 525 mil (já garantidos)
2ª fase – R$ 625 mil (Imperatriz/MA ou Náutico)
3ª fase – R$ 1,45 milhão (Moto Club/MA, Vitória/BA, Galvez/AC ou ABC/RN)
4ª fase – R$ 1,9 milhão (sorteio)
5ª fase (Oitavas de Final) – R$ 2,5 milhões 
6ª fase (Quartas de Final) – R$ 3,15 milhões
7ª fase (Semifinal) – R$ 6,7 milhões
8ª fase (final) – R$ 21 milhões para o vice-campeão e R$ 52 milhões para o campeão

Valores ganhos pelo Santa Cruz no período entre 2011-2018*:

2011 – R$ 200 mil (2 fases)
2012 – R$ 120 mil (1 fase)
2013 – R$ 300 mil (2 fases)
2014 – R$ 750 mil (3 fases)
2015 – Não disputou
2016 – R$ 1,56 milhão (3 fases)
2017 – R$ 1,05 milhão (Oitavas de final)
2018 – R$ 500 mil (1 fase)

* Dados levantados pelo blog do jornalista Cassio Zirpoli

Foto: Assessoria de Imprensa/Santa Cruz

Compartilhe:

Elenco assume responsabilidade de garantir receita ao clube com a Copa do Brasil

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.