Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

85,8333333333333

Classifique:

Futebol Profissional

Feliz com vitória, Leston Júnior enumera lições que a Copa do Brasil apresentou

Publicado: sexta-feira,15 de fevereiro de 2019, às 00:45
Por: Alexandre Ricardo

O jogo entre Sinop/MT e Santa Cruz foi, cronologicamente, o que encerrou a primeira fase da Copa do Brasil. Sendo assim, o Mais Querido entrou em campo depois de acompanhar algumas surpresas na competição, como as eliminações de CSA/AL, Clube do Remo/PA, Sport Recife e Vitória/BA. 

Na coletiva de imprensa pós-vitória e com a classificação assegurada, o técnico Leston Júnior contou como estes exemplos auxiliaram para que a equipe entrasse com o maior foco possível em busca do resultado. 

" O futebol está muito nivelado. Acompanhamos várias surpresas na Copa do Brasil, e sabíamos que conosco seria difícil também. O que aconteceu com CSA, Sport e outros grandes clubes nos serviu de alerta. Entramos focados e atentos a qualquer tipo de surpresa. Estudamos o adversário, mostrando o respeito que tínhamos por eles ", falou o treinador coral. 

Em relação ao jogo propriamente dito, o comandante tricolor apontou a estratégia que, de acordo com ele, foi fundamental para que os 90 minutos durassem sem maiores sustos. Pontuando as dificuldades em relação ao clima aliado ao estádio, Leston se mostrou satisfeito com o que viu. 

" O Sinop usa muito a velocidade, procuramos preservar a última linha de quatro para anular esta chegada com os dois extremos. Quando começou a chover pela manhã, ficamos preocupados porque era grande a possibilidade do gramado apresentar lama, é um tipo diferente de piso. Mas soubemos fazer a leitura correta e fizemos um jogo aplicado ", avaliou.

OBJETIVO
" Conseguimos a classificação que era muito importante, primeiro porque um clube do Santa Cruz não pode ficar na primeira fase. Segundo, porque traz um incremento financeiro para o restante da temporada. Tínhamos esse jogo como prioridade e felizmente pudemos corresponder ".

RICARDO ERNESTO 
" Tomamos a decisão no intervalo que não poderíamos voltar com Ricardo Ernesto. Num duelo que se decide em 90 minutos, você não pode deixar para depois. Era arriscado apostar em alguém que não estava em 100% da sua plenitude ".

ELIAS 
" Toda e qualquer chamada acontece internamente. O que aconteceu com Elias vamos tratar diretamente, como as avaliações rotineiras que fazemos, até para preservar o atleta. Maturidade não está relacionada só com a idade e é importante ter consciência disso ".

CLÁSSICO DAS MULTIDÕES 
" Se eu tivesse que responder hoje, diria que vai ter jogador sem condições de jogar domingo. Mas vamos esperar, ver como todo mundo vai se recuperar. A viagem é longa, chegaremos em Recife por volta das 16h. É difícil projetar algo, mas quando se trata de clássico o jogador antecipa, quer estar envolvido de qualquer maneira ".

Compartilhe:

Feliz com vitória, Leston Júnior enumera lições que a Copa do Brasil apresentou

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.