Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

77,25

Classifique:

Futebol Profissional

Leston Júnior celebra eliminatória no Arruda e elogia segundo tempo da equipe

Publicado: domingo,17 de março de 2019, às 19:18
Por: Alexandre Ricardo

O principal objetivo do Santa Cruz, na disputa da primeira fase do Campeonato Pernambucano, foi cumprido. Pelo menos foi o que disse o técnico Leston Júnior, logo após o empate em 0x0 contra o Náutico, deixando o Mais Querido na terceira posição da tabela. O suficiente para decidir as quartas de final no Estádio do Arruda, contra o Afogados da Ingazeira.

" Não podemos escolher o adversário. O principal era não viajar, inclusive minha conversa com os atletas foi de pedir o mais esforço possível para que a gente tivesse esse jogo em casa, até porque vamos pegar o Ceará no próximo sábado(23), em Fortaleza, e uma outra viagem não seria interessante nesse momento ", disse o treinador. 

Com relação ao rendimento propriamente dito da sua equipe, no terceiro Clássico das Emoções da temporada, o treinador enxergou uma evolução no segundo tempo, em relação ao primeiro. De acordo com ele, as nuances da partida sofreram interferência direta das substituições realizadas.

" Acredito que no segundo tempo equilibramos mais o jogo. Colocamos o Augusto Potiguar, adiantando um pouco mais o Cesinha. A partir das entradas do Guilherme (Queiróz) e do Augusto, houve um ganho ofensivo bom. Criamos algumas situações que incomodaram o Náutico, e acabaram até tirando o ímpeto ofensivo deles, que estavam conseguindo dar velocidade nas jogadas ", analisou.

CLÁSSICOS 
" É muito difícil fazer uma projeção pensando no Campeonato Brasileiro, mas já falei que vejo o Náutico na nossa frente, com a manutenção de um trabalho, em relação ao ano passado. Mas essa diferença é pequena, inclusive comentei com os atletas o fato da gente ter disputado quatro clássicos, ainda sem derrota. Um dos empates com o Náutico valeram a classificação na Copa do Brasil, e ainda vencemos o Sport ".

CRÍTICAS
" As cobranças e correções a gente faz internamente. Muito se fala que o Leston não reconhece que o time jogou mal, mas eu não vou chegar aqui e crucificar minha equipe. Os caras me têm como alguém para dar respaldo, o comandante sou eu e minha tarefa é proteger o grupo ".

BASE 
" Muito se pediu, na minha chegada, para que a gente oportunizasse a base. Está aí o Elias, o Ítalo (Henrique), o João Victor. Matheus Vitor foi para o banco, depois de fazer uma boa Copa São Paulo. Mas é preciso ter paciência. Quando errar, proteger. São valores que a gente precisa trabalhar ".

Compartilhe:

Leston Júnior celebra eliminatória no Arruda e elogia segundo tempo da equipe

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.