Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

68,6666666666667

Classifique:

Futebol Profissional

Novo formato da Copa do Brasil ainda não teve virada por dois gols de diferença

Publicado: quinta-feira,18 de abril de 2019, às 19:04
Por: Alexandre Ricardo

Na próxima quinta-feira(25), quando receber o Fluminense/RJ no Estádio do Arruda, o Santa Cruz vai precisar quebrar alguns tabus para chegar às oitavas de final da Copa do Brasil. Depois de perder por 2x0 no Maracanã, o Mais Querido precisa de um triunfo pela mesma diferença de gols, para ao menos promover a definição nos pênaltis. 

O atual formato da competição, com duelos em ida e volta a partir da terceira fase, é utilizado pelo terceiro ano. Desde então, nenhuma equipe conseguiu reverter uma desvantagem de dois gols de diferença, alcançada no primeiro jogo. Houve apenas um caso de igualar o placar agregado: foi nas quartas de final de 2017, quando o Santos/SP perdeu para o Flamengo/RJ por 2x0, fora de casa, e conseguiu um 4x2 na Vila Belmiro.

Porém, o critério do gol qualificado, marcado fora de casa, pesou a favor do clube rubro-negro. Algo excluído do regulamento a partir do ano passado, em todas as etapas da Copa do Brasil. Agora, em caso de empate na soma dos resultados, os pênaltis decidirão quem avança. Na quarta fase da atual edição, além do Santa Cruz, o Vasco da Gama/RJ saiu atrás ao perder por 2x0 para o Santos.

Além de quebrar uma escrita mantida no torneio como um todo, a Cobra Coral também tem uma estatística desfavorável na história da Copa do Brasil. Em 23 participações realizadas até o momento, o Clube do Povo nunca conseguiu a reviravolta depois de ser derrotado na primeira partida por mais de um gol de diferença. Ao todo, são registradas três viradas, mas todas após um prejuízo mínimo.

Na segunda fase da edição de 2004, o Santa Cruz foi derrotado pelo Cene/MS, no Centro-Oeste do país, pelo placar de 1x0. Na volta, promovida no Arruda, três gols do atacante Aílton marcaram a vitória de 3x0, dando a classificação ao Mais Querido. No ano de 2010, a derrota foi no José do Rego Maciel, para o Botafogo/RJ, também por 1x0. A volta, no Engenhão, foi protagonizada com muita emoção, com o Santa Cruz triunfando por 3x2, com gols do volante Léo e dos atacantes Brasão e Souza.

A terceira e última remontada é recente, nesta mesma edição de 2019. O ABC/RN venceu o primeiro duelo da terceira fase, no Frasqueirão, por 1x0. Diante de um Arruda vibrante, com a torcida cantando do início ao fim, a equipe do técnico Leston Júnior conseguiu o placar de 3x0, com Pipico marcando duas vezes e o volante Charles anotando um golaço, a partir de uma cobrança de falta.

Foto: Fluminense Football Club

Compartilhe:

Novo formato da Copa do Brasil ainda não teve virada por dois gols de diferença

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.