Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

34,3333333333333

Classifique:

Futebol Profissional

Santa Cruz tenta segurar Fortaleza/CE, mas acaba sendo eliminado do Nordestão

Publicado: quinta-feira,9 de maio de 2019, às 23:34
Por: Alexandre Ricardo

O TIME - Cheio de desfalques, que passaram pelos suspensos Marcos Martins, Augusto e Elias, além de Dudu, Patrick Vieira e Sillas Gomes, vetados pelo departamento médico, o técnico Leston Júnior também realizou uma mudança por opção, ao acionar Diego Lorenzi na cabeça de área coral, ao lado de Charles. Na lateral-direita, Cesinha assumiu a posição. No lado esquerdo do ataque, Carlos Renato foi adiantado e Bruno Ré vestiu novamente a camisa de número 6. No meio-campo, o substituto de Patrick Vieira foi Allan Dias. Diante de tantas trocas, o Mais Querido foi a campo com Anderson; Cesinha, João Victor, William Alves e Bruno Ré; Charles, Diego Lorenzi e Allan Dias; Guilherme Queiróz, Carlos Renato e Pipico.

O JOGO - O Santa Cruz até passou boa parte do jogo mantendo o placar em branco, dedicando-se para anular o ímpeto do Fortaleza/CE, claro favorito na semifinal da Copa do Nordeste. Porém, a qualidade fez a diferença e o Mais Querido acabou perdendo por 1x0, dando adeus à Copa do Nordeste. Já o Tricolor Cearense segue em busca do título inédito, enfrentando o Botafogo/PB na decisão.

Os primeiros minutos da partida deixaram claro a proposta do Santa Cruz, que baixava as linhas de marcação e dificultava os passes verticais do Fortaleza. Apesar de uma maior posse de bola, os donos da casa não conseguiam incomodar a defesa coral, que a todo momento se mostrava bem postada. Partindo nos contra-ataque, as melhores chances do jogo foram do Santa Cruz.

Com 19 minutos de bola rolando, Pipico encontrou Allan Dias invadindo a área. O camisa 10 direcionou o corpo para o chute cruzado, mas a bola saiu à direita de Marcelo Boeck. A investida do Fortaleza veio aos 30 minutos, quando Júnior Santos dominou na entrada da área e tentou a finalização, mas não ofereceu perigo a Anderson. Pouca coisa mudou na reta final da primeira etapa. Se o Santa Cruz tinha uma postura defensiva e pouco incomodava, o Leão do Pici não encaixa as movimentações ofensivas.

A volta do intervalo, sem mudanças de ambas as partes, manteve as posturas dos 45 minutos iniciais. À medida que o tempo ia passando, a torcida do Fortaleza mostrava impaciência com a vagarosidade das investidas da sua equipe. O cenário acabou sendo modificado com as substituições feitas por Rogério Ceni. Entrando de uma vez só, Marcinho e Romarinho deram outra vida aos flancos de ataque.

Os raros momentos do Santa Cruz, chegando no último terço do campo, aconteceram com Warley puxando as jogadas em velocidade, pela direita. De tanto insistir, o Fortaleza deu alívio ao seu torcedor com o tão esperado gol. O que estava ruim para a Cobra Coral, ficou pior com a expulsão de Charles, que tomou o segundo amarelo ao matar o contra-ataque do Fortaleza. 

GOLS - O gol que deu a classificação ao Fortaleza veio aos 32 minutos do segundo tempo. Romarinho recebeu na entrada da área, com liberdade, e limpou a marcação de maneira tranquila para apenas colocar o chute no canto direito de Anderson. 

MODIFICAÇÕES - A primeira alteração coral aconteceu com 20 minutos do segundo tempo. Sem conseguir dar sequência às jogadas de velocidade, Guilherme Queiróz saiu para a entrada de Warley. Cinco minutos depois, Allan Dias reclamou de desgaste e foi o segundo a deixar o campo, no lado pernambucano. Ítalo Henrique foi escolhido para povoar o meio-campo. Logo após o gol do Fortaleza, a última tentativa do Santa Cruz aconteceu com Jeremias, substituindo Carlos Renato.

Compartilhe:

Santa Cruz tenta segurar Fortaleza/CE, mas acaba sendo eliminado do Nordestão

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.