Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

51,5

Classifique:

Futebol Profissional

Apesar do resultado, Leston Júnior diz que postura da equipe traz um alento

Publicado: sexta-feira,10 de maio de 2019, às 00:43
Por: Alexandre Ricardo

O Santa Cruz deixa a Copa do Nordeste de 2019 com o gostinho de que poderia ter surpreendido o Fortaleza/CE num Castelão lotado. Apesar do resultado negativo de 1x0, que deu ao adversário a vaga na final da competição, o técnico Leston Júnior enalteceu o comportamento dos atletas, citando as oportunidades criadas de balançar as redes cearenses. 

" Ficamos tristes por não ter ido à final, mas precisamos o grande jogo que fizemos contra uma equipe que consegue muita mobilidade ofensiva, num grande trabalho do Rogério (Ceni). Conseguimos, em boa parte do tempo, controlar bem isso. Vejo que foi um primeiro tempo equilibrado, com o Santa Cruz tendo as melhores oportunidades. E o Anderson não fez uma defesa ", disse o treinador. 

Dando continuidade à análise da partida, o comandante comentou os acontecimentos que levaram até o gol responsável por dar a vitória ao Fortaleza. " Estávamos controlando, mesmo com um ímpeto maior deles. Aí começamos a perder jogadores por desgaste, e foi faltando ajuste. Numa jogada que corta pela área, foi mérito de quem finaliza. A capacidade técnica individual do jogador deles em tirar da marcação e do Anderson ", complementou. 

Para lutar por uma vaga na decisão do Nordestão, o Mais Querido teve de lidar com algumas ausências importantes, como o lateral-direito Marcos Martins e o atacante Augusto. Situação que acabou interferindo diretamente no leque de opções para interferir no jogo, de acordo com Leston Júnior. 

" Tivemos algumas baixas que poderiam fazer a diferença. Às vezes numa troca ou algo do tipo. Por exemplo, no banco só tínhamos de alternativa, do meio para a frente, atacante ou homens de lado de campo. Para poder mudar o próprio desenho da equipe, nós teríamos dificuldade. Então precisávamos manter os 90 minutos equilibrados. Lamentamos o gol sofrido na reta final do segundo tempo, já que o Fortaleza ainda não havia criado uma chance clara e manifesta ", opinou.

SUBSTITUIÇÕES  
" Na medida que o Fortaleza troca seus externos e tem mais ímpeto, perdemos o Allan (Dias) desgastado e era importante fortalecer com o Ítalo Henrique. Também era fundamental ter a força do arrasto pelo corredor, e acabou acontecendo com o Warley, que criou um lance logo após o gol do Fortaleza, quando por pouco Jeremias não empata ".

COMPORTAMENTO 
" Voltamos a ser o que era nossa essência. Não conseguimos reproduzir isso contra o Ferroviário/CE, de ser um time ajustado, equilibrado, que consegue controlar o jogo sem a bola. E esse é o padrão, se a gente pegar os jogos contra Fluminense/RJ, ABC/RN, os clássicos regionais. É óbvio que a oscilação nos deixa preocupados, mas agora acabou todas as outras competições. Agora o foco é total na Série C ".

Compartilhe:

Apesar do resultado, Leston Júnior diz que postura da equipe traz um alento

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.