Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

34,3333333333333

Classifique:

Futebol Profissional

Santa Cruz fica na frente três vezes, mas apenas empata com o Sampaio Corrêa/MA

Publicado: sábado,18 de maio de 2019, às 19:32
Por: Alexandre Ricardo

O TIME - Desfalque no último treino do Santa Cruz antes da partida, devido ao alto índice de CK, o volante Diego Lorenzi sequer ficou no banco de reservas. Sendo assim, Ítalo Henrique voltou à titularidade depois de dois jogos como suplente. A outra mudança em relação à escalação do time que empatou com o Botafogo/PB, na rodada passada, foi a entrada de Carlos Renato na lateral-esquerda, ganhando disputa com Bruno Ré. Com isso, o Mais Querido foi a campo desta maneira: Anderson; Marcos Martins, João Victor, William Alves e Carlos Renato; Charles, Ítalo Henrique e Everton; Misael, Augusto e Pipico.

O JOGO - Segue o sofrimento do Santa Cruz na Série C do Brasileirão. Voltando a jogar em casa, diante do torcedor, a Cobra Coral ficou à frente do placar por três vezes, mas viu o Sampaio Corrêa/MA reagir em todas elas. Os seis gols do empate em 3x3 fazem com que o Mais Querido continue sem saber o que é vencer na competição.

Em apenas dez minutos de jogo, Santa Cruz e Sampaio Corrêa já tinham balançado as redes, mostrando que a partida seria movimentada. Enquanto o time pernambucano buscava seu primeiro triunfo na Série C, a Bolívia Querida tentava assumir a liderança do Grupo A ao defender sua invencibilidade dos três jogos passados. 

Voltando a ter vantagem, a equipe coral tentava dificultar a troca de passes do Sampaio no meio-campo, já que o adversário conta com jogadores de muita mobilidade. Sem encaixar boa parte dos contra-ataques, o Santa Cruz se viu muitas vezes acuado e não conseguiu manter uma boa posse de bola. Tudo parecia controlado ao menos no marcador, mas um novo empate antes do intervalo elevou a dose de tensão.

As duas mudanças feitas pelo técnico Leston Júnior, ainda no vestiário, não surtiram efeito. Com muitos erros de passes, o Time do Povo tornou fácil a missão do Sampaio em fazer o tempo passar e tentar, por algumas vezes, beliscar os três pontos. Os lances de perigo eram escassos, principalmente sem a participação efetiva de Everton e Misael, que foram diminuindo o ritmo acelerado com o passar do tempo.

O relógio seguia e com ele, a impaciência do torcedor. Algumas vaias já eram ensaiadas nas arquibancadas, mas o terceiro gol, já na reta final do segundo tempo, trouxe um curto alívio no José do Rego Maciel. Aproveitando a falta de solidez defensiva do Santa Cruz, o Tubarão de São Luís igualou novamente as ações e garantiu um pontinho que configura um mau resultado para o clube das três cores.

GOLS - Os gols foram saindo rapidamente no Arruda. O Santa Cruz só precisou de quatro minutos de bola rolando para, através da troca de passes entre Misael e Pipico, abrir o placar com Everton, que recebeu na área e teve tranquilidade para deslocar o goleiro Andrey. Porém, antes mesmo dos dez minutos, o Sampaio Corrêa chegou ao empate ao cobrar um pênalti marcado erroneamente pelo árbitro. Dedé recebeu dentro da área e finalizou sobre Carlos Renato, que foi atingido na barriga. Alinor Silva da Paixão viu toque no braço e assinalou a infração. Sem ter nada a ver com a situação, Salatiel Júnior anotou o primeiro gol dos maranhenses. O Mais Querido voltou a ficar em vantagem aos 15 minutos, numa ótima jogada de Augusto pela esquerda. O camisa 11 mandou para o meio da área e Misael acertou o gol, apesar de não pegar firme na bola. O Sampaio voltou a empatar nos acréscimos da etapa inicial, novamente com Salatiel Júnior. O camisa 9 recebeu dentro da área e chutou firme de perna esquerda, balançando as redes corais. O 2x2 seguiu até os 32 minutos do segundo tempo. Marcos Martins cobrou falta na área e Charles desviou de cabeça, acertando a trave direita de Andrey. No rebote, William Alves subiu e mandou para o gol. Mas os visitantes reagiram pela terceira vez, quatro minutos depois. O lateral-direito Everton cobrou falta na área e a defesa pernambucana, como de praxe, exerceu uma linha de impedimento. A arbitragem mandou o jogo seguir e Ullisses acertou um belo chute, sem chances de defesa.

MODIFICAÇÕES - Duas mudanças já foram realizadas no intervalo, com Lucas Gonçalves e Guilherme Queiróz entrando desde o início do segundo tempo. Amarelados, Ítalo Henrique e Augusto foram os substituídos. Por volta dos 30 minutos da segunda parte do jogo, Neto Costa foi o último atleta a ingressar na equipe, entrando no lugar de Misael.

Compartilhe:

Santa Cruz fica na frente três vezes, mas apenas empata com o Sampaio Corrêa/MA

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.