Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

91,5555555555555

Classifique:

Futebol Profissional

Na reestreia de Milton Mendes, Santa Cruz vence a primeira na Série C

Publicado: sábado,25 de maio de 2019, às 21:24
Por: Alexandre Ricardo

O TIME - No seu retorno ao Santa Cruz, o técnico Milton Mendes não fez mistério com a escalação coral para enfrentar o ABC/RN. Sem Carlos Renato, suspenso após ser expulso na rodada passada, Bruno Ré ficou com a vaga na lateral-esquerda. Na proteção da defesa, Allan Dias entrou no lugar anteriormente ocupado por Ítalo Henrique. A principal novidade ficou por conta do meio-campo Celsinho, que fez sua estreia com a camisa coral. Diante disso, o Mais Querido entrou em campo Anderson; Marcos Martins, João Victor, William Alves e Bruno Ré; Charles, Allan Dias e Celsinho; Everton, Misael e Pipico.

O JOGO - O futebol continua não sendo dos mais brilhantes, mas na reestreia de Milton Mendes o Santa Cruz conseguiu forças para, mesmo saindo atrás, virar sobre o ABC/RN e conseguir a primeira vitória na Série C do Campeonato Brasileiro. Vestindo um uniforme com alusão ao título pernambucano de 1993, o Mais Querido repetiu o roteiro de 26 anos atrás, vencendo através de um gol no finalzinho.

Os instantes iniciais da partida deixaram evidentes algumas dificuldades corriqueiras do Santa Cruz. Apesar de procurar ter uma postura de protagonismo, a Cobra Coral não encaixava as articulações necessárias para ameaçar a defesa adversária. A primeira boa chance só aconteceu depois dos 30 minutos de jogo, num contra-ataque onde Celsinho encontrou Everton pela direita. O meia-atacante tentou um toque por cobertura, mas a bola bateu no travessão.

Sem muitas emoções, chegou o intervalo e a segunda etapa. O Santa Cruz mostrava indícios de maior intensidade, mas continuava pecando no último passe. As mudanças realizadas antes dos 20 minutos pouco alteraram o panorama do confronto, que foi sendo conduzido para o empate. Até que, em um dos contra-ataques puxados principalmente por Luan no lado esquerdo, o alvinegro potiguar ficou à frente. 

O jogo fatalmente ganharia tons dramáticos, mas o rápido empate coral ajudou a manter acesa a esperança no torcedor. O desgaste ficou evidente e o Santa Cruz não conseguiu manter uma pressão contínua no campo do ataque, estando em dificuldades após Elias sentir o tornozelo esquerdo e voltar no sacrifício. Porém, após um lance atípico, o final foi feliz para o Clube do Povo.

GOLS - Quem abriu o placar foi o ABC, quando o relógio marcava 27 minutos do segundo tempo. Anderson Rosa descolou bom lançamento para Maicon, que entrou nas costas de Bruno Ré e deixou Jefinho na boa. O camisa 8 alvinegro tinha o gol escancarado e não desperdiçou a oportunidade. A reação coral foi rápida, vinda cinco minutos mais tarde. Guilherme Queiróz recebeu de Misael dentro da área, mas foi derrubado por Anderson Pedra quando tentou conduzir. Na cobrança do pênalti, Pipico deslocou o goleiro Edson e devolveu a igualdade ao marcador. Tudo parecia encaminhar para o empate, mas já nos acréscimos o goleiro Edson recebeu recuo da defesa e pegou mal na bola, colocando nos pés de Misael. Sozinho, o atacante tricolor não perdoou, anotando o gol do triunfo coral.

MODIFICAÇÕES - As duas primeiras mudanças tricolores foram realizadas num mesmo instante. Perto dos 15 minutos da etapa final, Marcos Martins e Celsinho deixaram o campo, ingressando Cesinha e Guilherme Queiróz, respectivamente. Menos de dez minutos depois, Allan Dias acabou se chocando com o adversário num lance de disputa pela bola, e pediu para sair. Milton Mendes ficou na dúvida entre o volante Ítalo Henrique e o atacante Elias. No final das contas, optou pelo segundo.

Compartilhe:

Na reestreia de Milton Mendes, Santa Cruz vence a primeira na Série C

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.