Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

68,6666666666667

Classifique:

Futebol Profissional

Técnico coral admite alerta com gols sofridos, mas divide responsabilidade

Publicado: sábado,1 de junho de 2019, às 15:04
Por: Alexandre Ricardo

Apesar de ter o segundo ataque mais positivo de toda a Série C, com oito gols marcados e atrás apenas do Sampaio Corrêa/MA, líder do Grupo A que balançou as redes dez vezes, o Santa Cruz tem números negativos na defesa. Em cinco rodadas, o Mais Querido foi vazado dez vezes, sendo isoladamente a equipe com mais gols sofridos numa média de dois por partida.

O técnico Milton Mendes revelou que o fato tem despertado uma atenção especial no trabalho do dia a dia. Tanto é que, durante a semana que antecedeu o duelo diante do Imperatriz/MA, às 19h15 deste sábado(1), os treinamentos tiveram momentos de setorização, com os atletas do sistema defensivo realizando movimentos específicos. 

" Já tínhamos visto esses números de gols sofridos, falado sobre o assunto. Sem dúvida nenhuma, é uma preocupação nossa. Trabalhei muito o posicionamento defensivo durante esses dias. Muito menos personagens, mas ideias de comportamentos em campo. Estamos tentando implantar algo que vire comportamento, que eles façam automaticamente ", disse o treinador coral.

Apesar de naturalmente tais estatísticas estejam relacionadas à defesa, Milton Mendes fez questão de ressaltar que a responsabilidade atinge a todos, desde o ataque. Sendo assim, o problema deve ser encarado pelo conjunto, não apenas pelos atletas com função priotariamente de proteção.

" Quando se fala gols sofridos, o atacante é tão responsável quanto o defensor. Assim como quando chega lá na frente e faz, o cara lá de trás também é importante. Não podemos sobrecarregar essa responsabilidade só na defesa, não é razoável. É importante pensar no todo. Estamos preocupados, mas também em busca de solução ", complementou.

Foto: Assessoria de Imprensa/Santa Cruz

Compartilhe:

Técnico coral admite alerta com gols sofridos, mas divide responsabilidade

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.