Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

61,8

Classifique:

Futebol Profissional

Num jogo de seis gols, Santa Cruz busca empate com Globo/RN no último lance

Publicado: segunda-feira,17 de junho de 2019, às 22:31
Por: Alexandre Ricardo

O TIME - Além das duas novidades já esperadas, com Ítalo Henrique ocupando a vaga do suspenso Charles e Carlos Renato voltando à lateral-esquerda, escalado devido a ausência de Bruno Ré, preservado devido a dores na coxa esquerda, o Santa Cruz ganhou um problema de última hora. Durante o aquecimento, Misael sentiu a coxa e teve que ser retirado da equipe. O prata da casa Elias foi o escolhido para a função, pelo lado esquerdo do ataque. Assim sendo, a Cobra Coral foi a campo com Anderson; Marcos Martins, João Victor, William Alves e Carlos Renato; Ítalo Henrique, Allan Dias e Dudu; Everton, Elias e Pipico.

O JOGO - Foi no apagar das luzes que o Santa Cruz buscou um empate suado diante do Globo/RN, na cidade de Ceará-Mirim, região metropolitana de Natal. Apesar da equipe mandante estar no comando do placar em duas oportunidades, abrindo até um 3x1, o Santa Cruz não desistiu e retorna para Recife com um pontinho na mala, mantendo a série invicta de Milton Mendes neste retorno ao Arruda.

O início de jogo foi truncado, com as equipes apostando numa forte marcação para anular os pontos fortes do adversário. Conseguindo trocar passes quando tinha a posse de bola, o Santa Cruz posicionava suas linhas de marcação sem necessariamente sufocar a saída de jogo do Globo, que pouco tinha exigido da defesa pernambucana até o primeiro gol.

O prejuízo ao final da primeira parte do confronto poderia ter sido menor, já que com apenas dois minutos de partida Pipico teve uma grande chance na área, mas tirou mais do que deveria num chute de perna esquerda. O cenário não mudou com a vantagem potiguar, já que o Globo apostava nos constantes erros do Santa Cruz para incomodar na velocidade.

Como não poderia ser diferente, o comportamento coral mudou para a segunda metade da partida. Mais agressivo sem a bola, o Santa Cruz logo chegou ao empate, mas não sustentou o bom momento e viu o oponente ser mais eficiente e abrir uma diferença de dois gols. Tudo parecia estar resolvido, com o Globo criando oportunidades para até marcar o quarto gol. 

Porém, nada estava perdido. Mesmo sem mudança na equipe, já que as três modificações haviam sido realizadas até o intervalo, o Mais Querido foi persistente e diminuiu o prejuízo faltando pouco menos de dez minutos para o apito final. E nos acréscimos, mais precisamente no último instante do jogo, Pipico fez novamente a diferença e garantiu um ponto valioso para o Time do Povo.

GOLS - Os donos da casa abriram o placar com 30 minutos de bola rolando. Após iniciação equivocada do Santa Cruz no meio-campo, Jardel recebeu pela esquerda e cruzou na área. Ítalo Henrique tentou o desarme em Jean Natal, mas a bola se ofereceu para Bambam, que teve tranquilidade suficiente para balançar as redes de Anderson. A reação tricolor veio aos sete minutos do segundo tempo. Marcos Martins cruzou da direita e Pipico fez o pivô, ajeitando para Dudu chegar e emendar um chute suficiente para enganar o goleiro Rafael. Aos 27, o Globo voltou a ficar à frente com Negueba, que recebeu lançamento pela esquerda e só precisou de um toque para deixar Marcos Martins na saudade e tocar de perna esquerda na saída do arqueiro coral. Cinco minutos depois, Bambam voltou a fazer a diferença, cobrando falta com maestria e tirando qualquer possibilidade de Anderson, apesar de ainda ter tocado na bola, evitar o terceiro do time potiguar. Próximo dos 40 minutos, com a partida entrando na reta final, Pipico recebeu na intermediária ofensiva e saiu fazendo fila na defesa do Globo. Dentro da área, ele contou com a ajuda do volante Ramon, que chegou para cortar e acabou mandando contra o próprio patrimônio. O empate heroico foi alcançado com os 49 minutos batendo na porta. Pipico recebeu na entrada da área, girou e finalizou rasteiro no canto direito, fazendo a alegria da massa coral, que se fez presente no estádio Manoel Barretto.

MODIFICAÇÕES - Logo depois do primeiro gol do jogo, marcado pelo Globo, o técnico Milton Mendes realizou a primeira troca, sem esperar o intervalo. Errando bastante em campo, Elias foi substituído por Augusto. No último lance da etapa inicial, Carlos Renato sofreu uma forte entrada de Glaubinho e se queixou bastante de dores. A preocupação foi confirmada no retorno para o segundo tempo, já que o lateral-esquerdo teve que deixar o campo, dando lugar a Cesinha. E o treinador coral optou por queimar a terceira alteração simultaneamente, sacando Allan Dias e acionando Daniel Costa. 

Compartilhe:

Num jogo de seis gols, Santa Cruz busca empate com Globo/RN no último lance

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.