Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

51,5

Classifique:

Futebol Profissional

Pipico participa de parte do treino e escalação titular é mantida

Publicado: sexta-feira,12 de julho de 2019, às 17:19
Por: Alexandre Ricardo

O elenco do Santa Cruz treinou na tarde desta sexta-feira(12), no Estádio do Arruda, na reta final de preparação para mais um desafio pela Série C do Campeonato Brasileiro. Poupado dos últimos dois dias de trabalho, o atacante Pipico apareceu no campo e aumentou ainda mais a expectativa para sua utilização na partida contra o Botafogo/PB, no próximo domingo(14).

Enquanto todo o grupo ficou realizando o aquecimento no centro do campo, o camisa 9 tricolor, de chuteiras, deu voltas no gramado ao lado de Hericles, que se recupera de uma grave lesão no joelho. Posteriomente, ambos ficaram realizando movimentos específicos com o fisioterapeuta Alfredo Santos, sob supervisão do médico Antônio Carlos. Com uma proteção na panturrilha esquerda, Pipico parecia estar à vontade. 

Quando o técnico Milton Mendes separou uma equipe, Pipico foi chamado para participar de um trabalho com foco na construção ofensiva. Além dele, estava Guilherme Queiróz, o provável substituto em caso de necessidade. O restante do time é o mesmo que vinha trabalhando, com Anderson; Marcos Martins, João Victor, Danny Morais e Cesinha; Charles, Kadu e Daniel Costa; Augusto, Dudu, Guilherme Queiróz e Pipico. Eram doze atletas, e os dois centroavantes alternavam nas finalizações.

Concluída esta parte, Pipico desceu para os vestiários e não participou da sequência do treinamento, que ainda teve ensaio de bola parada. O plantel coral finaliza os preparativos neste sábado(13), antes de enfrentar o Belo de João Pessoas às 18h do dia seguinte, no José do Rego Maciel.

Foto: Assessoria de Imprensa/Santa Cruz

Compartilhe:

Pipico participa de parte do treino e escalação titular é mantida

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.