Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

85,8333333333333

Classifique:

Futebol Profissional

Sem sustos, Santa Cruz estreia com vitória sobre o Petrolina, no Pernambucano

Publicado: sábado,18 de janeiro de 2020, às 20:56
Por: Alexandre Ricardo

O TIME - Para o primeiro desafio do Santa Cruz na temporada, o técnico Itamar Schulle surpreendeu e mexeu bastante na equipe que entrou em campo no amistoso com o Campinense/PB. A escolha que mais chamou atenção foi a do prata da casa Maycon Cleiton, que ganhou a disputa com Luiz Fernando e vestiu a camisa 1. No meio, Jeremias assumiu o lugar de Luiz Felipe. Campeão da Copa Pernambuco com o time Sub-23, Patrick Nonato esteve ao lado de Pipico no ataque, fazendo com que Mayco Félix ficasse na reserva. A primeira escalação do Mais Querido no ano de 2020 veio com Maycon Cleiton; Júnior, Danny Morais, William Alves e Feliphe Gabriel; Bileu, Paulinho e Jeremias; Augusto Potiguar, Patrick Nonato e Pipico.

O JOGO - O torcedor que compareceu em bom número ao Estádio do Arruda saiu feliz com a estreia do Santa Cruz no Campeonato Pernambucano. Imprimindo um bom ritmo nos primeiros instantes do confronto com o Petrolina, o Clube do Povo garantiu o primeiro triunfo com três gols marcados ainda no primeiro tempo. O destaque ficou por conta do centroavante Pipico, autor de dois gols.

Os primeiros instantes do jogo davam indícios de que o Petrolina estava disposto a incomodar o Santa Cruz no seu campo de defesa, ao pressionar a saída de bola da equipe coral. Depois de um susto dentro da área, com o goleiro Maycon Cleiton hesitando para afastar o perigo, o time da casa reagiu com Jeremias, que arriscou de fora da área e exigiu boa defesa do goleiro Tigre.

Com dois gols num espaço de seis minutos, o Santa Cruz foi dominando as ações da partida, deixando o adversário acuado e sem alternativa para chegar ao ataque. Demonstrando muita movimentação e intensidade com a bola nos pés, a Cobra Coral chegou ao terceiro gol e passou a administrar a boa vantagem, construída em apenas trinta minutos.

O cenário da reta final do primeiro tempo se repetiu nos 45 minutos finais, com o Santa Cruz passando a jogar com as linhas de marcação mais baixas e o Petrolina trocando passes sem objetividade. Sem muitas emoções, a segunda etapa foi se arrastando e Itamar Schulle aproveitou para promover duas estreias, acionando Toty e Mayco Félix. 

GOLS - O placar foi inaugurado com apenas nove minutos de bola rolando. Augusto Potiguar bateu escanteio da direita, com efeito, e Pipico desviou no primeiro pau, para o delírio do torcedor. Aos 15, Feliphe Gabriel desceu pela esquerda e cruzou na área. Jeremias chutou e a bola bateu na marcação, sobrando para Patrick Nonato finalizar colocado e ampliar a vantagem. O terceiro gol veio quando o relógio marcava 29 minutos: Paulinho apareceu no ataque e lançou para Pipico, que contou com o vacilo de Montanha para dominar e fazer o seu segundo na partida. 

MODIFICAÇÕES - A primeira troca coral aconteceu aos 21 da etapa final. Autor de um dos gols do jogo, Patrick Nonato deixou o campo para a entrada do estreante Toty. Cerca de dez minutos depois, a mexida foi na cabeça de área, com Ítalo Henrique assumindo a vaga de Paulinho. Por volta dos 37, foi a vez de Mayco Félix realizar sua estreia. Feliphe Gabriel foi o escolhido para sair.

Foto: Rafael Melo/Santa Cruz

Compartilhe:

Sem sustos, Santa Cruz estreia com vitória sobre o Petrolina, no Pernambucano

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.