Coralnet.com.br - Página principal

Com o Santa Cruz das arquibancadas para o Mundo - desde 1996

Plantão de Notícias

77,25

Classifique:

Futebol Profissional

Maycon Cleiton recorda trajetória antes de vestir a camisa 1 do Santa Cruz

Publicado: sexta-feira,24 de janeiro de 2020, às 10:39
Por: Alexandre Ricardo

Por trás de todo sonho de ser um atleta profissional de futebol, existe uma história. Na maioria das vezes, num país como o Brasil, de muita superação e resiliência até receber uma oportunidade. Roteiro que pode se enquadrar na trajetória de Maycon Cleiton, goleiro de 21 anos que assumiu a titularidade do Santa Cruz neste início de temporada. 

Natural de Cuiabá, capital do Mato Grosso, o arqueiro contou um pouco do caminho que percorreu até chegar na base do Mais Querido, onde foi vice-campeão do Pernambucano Sub-20 em 2018 e surgiu para o profissional, onde treina desde o ano passado. 

" Eu vim através do professor Bil, um treinador de goleiros que tinha na base. Ele me ligou, disse que estava precisando de goleiros aqui. Passei por uma semana de teste e fui aprovado. Minha carreira começou no Atlético/GO, com 15 a 16 anos. Fiz a base lá e fui para o profissional também. Passei no Bahia, Guarani/SP, fui emprestado para alguns times, até chegar aqui ", lembrou o jovem goleiro.

Falando mais uma vez da sensação em estar recebendo uma chance tão valiosa, Maycon Cleiton ressaltou a responsabilidade que é corresponder dentro do campo, principalmente na posição de goleiro. Identificado com o clube, ele citou o espírito a ser absorvido para agradar comissão técnica e torcida.

" A gente entra com essa expectativa de corresponder, como todo jovem jogador que tem oportunidade. Ainda mais goleiro, que é uma posição de confiança. Essa frieza que tenho demonstrado é o meu natural, venho trabalhando forte para isso. Me preparei bastante, sabia que a oportunidade ia chegar. Jogar no Santa Cruz tem essa pressão, de mostrar um alto nível a cada jogo ", comentou.

COPA DO NORDESTE
" Não podemos dizer que se trata de mais um jogo. Temos que concentrar, entrar bem ligados no jogo. Lá dentro é onze contra onze. O Bahia pode ter estrutura, investimento, mas temos ao nosso favor a torcida, a camisa do Santa Cruz, com jogadores de qualidade para encarar esse desafio ".

TIAGO CARDOSO 
" Quando eu estava começando, ele estava no auge aqui. Como o Santa Cruz é grande lá fora, via as atuações dele. Sempre me inspirei nele, é um exemplo muito bom. A aposentadoria é uma notícia triste. Todos sabemos do quanto ele é importante para o clube, para a torcida. Um cara com essa história poderia passar muita coisa para a gente ".

Ouça a entrevista na integra

Foto: Jota Santana

Compartilhe:

Maycon Cleiton recorda trajetória antes de vestir a camisa 1 do Santa Cruz

* Os comentários são de total responsabilidade dos internautas. Não toleramos mensagens contendo palavras de baixo calão, publicidade, calúnia, injúria, difamação ou qualquer conduta que possa ser considerada criminosa.